Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Rali da Tesla na Bolsa libera supersalário de US$ 346 mi para Elon Musk

23/01/2020 - 13:25
Elon Musk, presidente-executivo, durante convenção em Los Angeles (EUA)
Musk não recebe salário ou bônus em dinheiro, apenas opções que se baseiam no valor de mercado e nas metas de Tesla para crescimento (Imagem: REUTERS/Mike Blake)

As ações da Tesla (TSLA) atingiram um grande marco nesta quarta-feira, tornando-se a primeira montadora de US$ 100 bilhões listada publicamente na história da América.

No preço atual de suas ações, de US$ 569, a Tesla está avaliada em US$ 102,6 bilhões. As ações da Tesla mais que dobraram em valor desde que caíram para uma baixa de 52 semanas, de US$ 176,99 em junho de 2019.

Depois de superar o valor combinado da Ford (F) e da GM (GM) no início deste mês, Tesla ultrapassou a Volkswagen como a segunda montadora mais valiosa do mundo. A Toyota Motor do Japão, no entanto, permanece a líder mundial com um valor de mercado de cerca de US$ 199 bilhões.

A avaliação de US$ 100 bilhões desencadeia um pagamento de US$ 346 milhões para o CEO da Tesla, Elon Musk, se mantiver em média por pelo menos seis meses, o primeiro de uma série de bônus potencialmente enormes para Musk.

Para os próximos pagamentos de Musk se enquadrem nos termos do pacote de remuneração de 2018, o valor de mercado da empresa teria que continuar a aumentar de forma sustentável em incrementos de US$ 50 bilhões nos 10 anos do contrato, com o bilionário ganhando o pacote completo se a capitalização de mercado da Tesla atingir US$ 650 bilhões e a montadora de carros elétricos atingir várias metas de receita e lucro.

O recente rali, que registrou um aumento de 221% nas ações desde junho, foi impulsionado por um lucro surpresa no terceiro trimestre do ano passado (Imagem: Unsplash/@cambradford)

Se a Tesla finalmente atingir essa US$ 650 bilhões até 2028, Musk poderá receber US$ 50 bilhões em pagamentos.

Musk não recebe salário ou bônus em dinheiro, apenas opções que se baseiam no valor de mercado e nas metas de Tesla para crescimento.

O recente rali, que registrou um aumento de 221% nas ações desde junho, foi impulsionado por um lucro surpresa no terceiro trimestre do ano passado, notícias sobre o aumento da produção em sua fábrica na China e entregas anuais de carros melhores do que o esperado.

No entanto, existem alguns riscos a serem observados no trimestre atual e além. A Tesla deve divulgar seus ganhos no quarto trimestre em 29 de janeiro, após o fechamento dos mercados.

Para ver mais dos quadrinhos semanais do Investing.com, visite: https://br.investing.com/analysis/comics

– A Reuters contribuiu para esta matéria

Última atualização por Gustavo Kahil - 23/01/2020 - 13:25