S&P 500

Rali das ações nos EUA continua em 2023? Não será fácil agradar investidor com balanços

13 ago 2023, 15:48 - atualizado em 13 ago 2023, 15:48
Mercados globais
Investidor espera lucros cada vez maiores para empresas em 2023. Então, será que o rali das ações nos EUA é sustentável? (Imagem: REUTERS/Andrew Kelly)

Os investidores ficaram satisfeitos com os resultados corporativos medianos dos EUA até agora este ano, mas podem não ser tão fáceis de agradar até o final de 2023 e sustentar o rali das ações nos EUA.

À medida que a temporada de balanços do segundo trimestre termina, os resultados do S&P 500 apresentam um quadro misto.

Assim, algumas empresas superaram as expectativas de lucro dos analistas no patamar mais alto em quase dois anos, mesmo com as receitas caindo para o nível mais baixo desde o início de 2020.

Os investidores parecem satisfeitos com isso, por enquanto. O S&P 500 subiu desde o início da temporada de resultados em julho, acumulando ganhos de 16% em 2023.



Mas as expectativas exigem que os lucros corporativos aumentem, já que a economia dos EUA até agora desafiou os temores de recessão.

  • Tchau, deflação? Depois da queda em junho, IPCA volta a subir 0,12% em julho: Entenda quais devem ser os efeitos para os ativos de risco na bolsa no Giro do Mercado, começa as 12h! É só clicar aqui para assistir.

Rali das ações nos EUA

Dessa forma, os investidores podem ser muito menos benevolentes se as empresas não entregarem resultados ainda este ano, dado o salto no valor das ações.

“Os mercados estão esperando que os lucros… sejam superiores e até ultrapassem níveis anteriores”, disse Eric Freedman, diretor de investimentos do U.S. Bank Asset Management. “Este é um mercado que subiu na expectativa de ganhos que ainda não alcançamos.”

No geral, espera-se que os lucros do segundo trimestre sejam 3,8% menores em relação ao ano anterior, mostraram dados da Refinitiv IBES. Esse declínio segue um aumento de 0,1% no primeiro trimestre e uma queda de 3,2% no quarto trimestre do ano passado.

Espera-se, no entanto, que os resultados melhorem. Os ganhos do S&P 500 no terceiro trimestre devem aumentar 1,3% em relação ao ano anterior, de acordo com a Refinitiv, antes de um aumento de 9,7% nos lucros do quarto trimestre e de 11,9% para o ano de 2024.