Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Randon cai e Fras-le avança após divulgação de prévia operacional de outubro

21/11/2019 - 12:37
randon
A Randon teve receita bruta de R$ 697,2 milhões, contra R$ 617,7 milhões de setembro (Imagem: Facebook oficial)

Por Investing.com 

Depois de divulgar na manhã desta quinta-feira-feira o resultado da receita de outubro, as ações da Randon (RAPT4) Implementos operavam com perdas de 0,10% a R$ 10,39 e as da Fras-le avançavam 1,29% a R$ 4,73, por volta das 11h50.

No décimo mês do ano, a Randon teve receita bruta de R$ 697,2 milhões, contra R$ 617,7 milhões de setembro. No mesmo mês do ano passado, o resultado foi de R$ 599,1 milhões, o que representa um crescimento de 16,4%. No acumulado do ano, o resultado é de R$ 6,182 bilhões, alta de 25% na base anual.

Para a receita líquida consolidada, a companhia teve um total de R$ 489,2 milhões em outubro, contra R$ 425,4 milhões no mesmo mês do ano passado, alta de 55,8%. No acumulado do ano, o total é de R$ 4,296 bilhões, 23,6% maior do que em 2018.

Já para a Fras-le, a receita bruta de R$ 166,0 milhões, contra R$ 168 milhões de abril. No mesmo mês do ano passado, o resultado foi de R$ 126 milhões, o que representa um crescimento de 31,7%. No acumulado do ano, o resultado é de R$ 808,6 milhões, alta de 29,7% na base anual.

randon

Para a receita líquida consolidada, a companhia teve um total de R$ 193,5 milhões em outubro, contra R$ 110 milhões no mesmo mês do ano passado, alta de 21,5%. No acumulado do ano, o total é de R$ 1,128 bilhão, 25,4% maior do que em 2018.

A Mirae Asset avalia que a notícia é positiva para a Randon, que vem crescendo num ano de economia ainda fraca. A frota de caminhões está envelhecendo e com a expectativa de bom cenário para grãos e para a economia como um todo em 2020, deverá apresentar um crescimento mais significativo.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 21/11/2019 - 12:38