Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Receita da plataforma Blockstack cai 37% por conta de queda nas vendas de tokens

30/04/2020 - 10:45
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Lucro da Blockstack é proveniente da venda de seus tokens STX, que teve baixa em 2019 (Imagem: Blockstack)

O projeto de blockchain Blockstack relatou uma queda de 37% em sua receita de 2019 em comparação a 2018.

A receita de 2019 da empresa esteve em US$ 23,3 milhões, diferente dos US$ 36,7 milhões em 2018, de acordo com um relatório anual emitido à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC).

Blockstack gera lucro “principalmente da venda de tokens” e, além disso, a queda é resultado da baixa nas vendas de seu token stacks (STX) no ano passado.

“Em 2019, a Blockstack vendeu aproximadamente 75 milhões de tokens para uma quantia total de US$ 15,4 milhões em uma oferta em dinheiro […]. Blockstack também vendeu aproximadamente 31 milhões de tokens por uma quantia total de US$ 7,6 milhões em um investimento privado”, de acordo com o relatório.

Em 2017 e 2018, Blockstack vendeu “aproximadamente US$ 47,4 milhões em vendas privadas de tokens”.

Blockstack declarou que sua receita “pode variar drasticamente com base na demanda por tokens stacks”, acrescentando que “não espera gerar lucros pelas vendas dos tokens stacks no futuro”.

Muneeb Ali, cofundador e CEO da Blockstack, disse: “Diferente do financiamento de capital próprio, considerados fundos arrecadados por meio de ofertas de tokens como ‘receita’ e pagar taxas por eles”.

blockstack
Em comparação a 2018, suas despesas de compensação aumentaram 133% em 2019 para US$ 9,6 milhões, enquanto os custos gerais e administrativos aumentaram 48% para US$ 5,8 milhões em 2019 (Imagem: Twitter/Blockstack)

Mais despesas

Além da queda nas vendas de tokens, as despesas da Blockstack também aumentaram no ano passado.

Em comparação a 2018, suas despesas de compensação aumentaram 133% em 2019 para US$ 9,6 milhões, enquanto os custos gerais e administrativos aumentaram 48% para US$ 5,8 milhões em 2019.

Fornecendo detalhes sobre as reservas da empresa, Ali afirmou que a Blockstack possuía US$ 18,6 milhões em dinheiro no dia 31 de dezembro de 2019, dos quais US$ 4,4 milhões estavam restritos. A empresa também tinha reservas em criptoativos de US$ 7,8 milhões, dos quais US$ 2,4 milhões foram restritos.

“Em relação a janeiro de 2020, o dinheiro e os criptoativos restritos não estarão mais sujeitos a quaisquer contingências e estão disponíveis para uso pela Blockstack PBC. Também temos um tesouro a curto prazo de 293 milhões de STXs e um tesouro a longo prazo de 110 milhões de STXs”, acrescentou ele.

Blockstack também destacou ter realizado o feito de possuir “um milhão de usuários verificados” no relatório anual, apesar de a definição e a contagem de usuários verificados ter sido questionada no início deste ano.

O projeto acrescentou cinco funcionários em período integral desde o dia 31 de dezembro de 2019, totalizando 32, afirmou Ali. A empresa também abriu uma subsidiária europeia com sede em Amsterdã e está contratando mais pessoas.

blockstack
Espera-se que a Blockstack lance uma versão atualizada do Stacks Blockchain “versão 2.0” durante o segundo ou terceiro trimestre de 2020, de acordo com o relatório anual (Imagem: Twitter/Blockstack)

Status futuro dos stacks?

Tokens stacks (STX) são tokens qualificados pela SEC e, atualmente, a Blockstack considera esses tokens como valores mobiliários nos EUA para cumprir com as regulamentações de valores mobiliários do país.

No entanto, agora, a empresa não terá que considerar tokens STX como valores mobiliários para sempre. “O comitê de Blockstack PBC irá, de forma periódica, considerar se a rede Blockstack é descentralizada o suficiente para stacks ser considerado como valor não mobiliário nos EUA”, afirmou Ali.

Espera-se que a Blockstack lance uma versão atualizada do Stacks Blockchain “versão 2.0” durante o segundo ou terceiro trimestre de 2020, de acordo com o relatório anual.

“Com base em diversas características que acreditamos serem incluídas no Stacks Blockchain 2.0, o comitê de diretores da Blockstack PBC pode revisar se os tokens stacks não devem mais ser considerados como valores mobiliários sob o Teste de Howey antes do lançamento e da adesão do Stacks Blockchain 2.0”, afirmou Blockstack.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 30/04/2020 - 10:45