Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Receita líquida da Randon cai 28% no segundo trimestre

20/07/2020 - 9:45
Randon
Buracos na pista: abril e maio foram os piores para a Randon (Imagem:Divulgação/Randon)

A Randon Participações (RAPT4) encerrou o segundo trimestre com uma receita líquida consolidada de R$ 933 milhões. A cifra é 28% menor que os R$ 1,302 bilhão registrados no mesmo período do ano passado.

De acordo com o comunicado divulgado pela companhia nesta segunda-feira (20), os meses de abril e maio foram os mais impactados pelos efeitos econômicos da pandemia de coronavírus, com recuos de 52,4% e 29,4%, respectivamente. Em junho, a queda da receita foi bem menor: -3,2% sobre o mesmo mês de 2019.

No acumulado do primeiro semestre, a Randon soma R$ 2,1 bilhões, cifra 13,8% menor que a de igual intervalo do ano passado. Apesar da queda, parte dos analistas está confiante de que a companhia apresentará um desempenho melhor que o esperado no trimestre.

“Fé renovada”

Lucas Marquiori, do BTG Pactual (BPAC11) é um deles. No início do mês, ele elevou o preço-alvo da Randon de R$ 11 para R$ 15, e reiterou a recomendação de compra dos papéis. O novo valor representa um potencial de alta de 45,6% sobre a cotação usada como referência pelo banco.

Marquiori justifica a revisão, afirmando que há uma “fé renovada” na empresa, diante da expectativa de um segundo trimestre melhor que o previsto inicialmente. “Surpreendentemente, a história [da Randon] parece mais forte do que nunca, levando-nos a reforçar nossa posição compradora”, afirma o analista.

Veja o comunicado da Randon.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Márcio Juliboni - 20/07/2020 - 9:45