Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Recuperação da China está ameaçada por inflação e renda estagnada

12/08/2020 - 14:48
Agronegócio Grãos Soja Exportações Porto
Além disso, os preços dos alimentos têm se acelerado, já que a pandemia reduziu as importações e as inundações na China central afetaram as colheitas de alimentos e as vias de transporte (Imagem: Reuters/Stringer)

A estagnação da renda e o aumento dos custos minam a força da recuperação na China: depois da pandemia, enchentes também reduzem o poder de compra de famílias chinesas neste ano.

Essa tendência pode piorar a já enorme desigualdade de renda, de acordo com dados do Departamento Nacional de Estatísticas.

A renda disponível mediana – cerca de US$ 1.000 por trimestre – caiu na época do confinamento por causa do coronavírus, e o fato de estar se recuperando mais lentamente do que a média provavelmente indica uma separação cada vez maior entre pobres e ricos.

Além disso, os preços dos alimentos têm se acelerado, já que a pandemia reduziu as importações e as inundações na China central afetaram as colheitas de alimentos e as vias de transporte.

A inflação dos alimentos começou a avançar em junho, depois da desaceleração no início do ano. A tendência deve continuar durante o verão.

A combinação de alimentos mais caros e renda mais baixa ou estável não deve afetar apenas os pobres, mas também pode dificultar a meta do governo de eliminar a pobreza absoluta neste ano. Além disso, se os consumidores continuarem a segurar os gastos, isso deve atrasar a recuperação, que até agora tem dependido do setor industrial.

“A elevada inflação dos alimentos desde o ano passado devido aos preços da carne suína tem de fato pressionado ainda mais famílias de baixa renda”, disse Michelle Lam, economista para a grande China do Société Générale, em Hong Kong. “A recuperação do consumo pode ser travada pelos grupos de baixa renda.”

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 12/08/2020 - 14:48