Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Refino de petróleo na China bate recorde em 2019; aumento de 7,6% sobre o ano anterior

17/01/2020 - 10:06
Setor Petrolífera China Petróleo
A China adicionou 28,5 milhões de toneladas de nova capacidade de refino em 2019 (Imagem: Reuters/Stringer)

O refino de petróleo na China subiu para um recorde em 2019, após o início de operações de duas grandes refinarias, mostraram dados oficiais nesta sexta-feira, com dezembro registrando a maior taxa diária de utilização já registrada.

A quantidade total de petróleo processado no ano atingiu 651,98 milhões de toneladas, ou cerca de 13,04 milhões de barris por dia (bpd), de acordo com os cálculos da Reuters, um aumento de 7,6% em relação a 2018, segundo dados da Agência Nacional de Estatística.

As operações das refinarias em dezembro chegaram a 58,51 milhões de toneladas, ou cerca de 13,78 milhões de barris por dia (bpd), acima dos 12,07 milhões de bpd ante um ano antes.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A China adicionou 28,5 milhões de toneladas de nova capacidade de refino em 2019 a partir de refinarias integradas de grande porte, elevando sua capacidade total de refino de petróleo para 860 milhões de toneladas.

O país deve lançar pelo menos outras seis refinarias neste ano com capacidade combinada de processamento de petróleo de 27 milhões de toneladas, de acordo com um centro de estudos da China National Petroleum Corp (CNPC).

O grupo também prevê que a produção de petróleo bruto da China cresça para 675 milhões de toneladas em 2020, com uma taxa média de utilização nas refinarias de todo o país em cerca de 75%.

Leia mais sobre: Ásia, China, Commodities, Petróleo, Reuters

Última atualização por Lucas Simões - 17/01/2020 - 10:07