Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Compra da Reserva dará oportunidade para Arezzo explorar setor de vestuário

25/10/2020 - 12:53
Arezzo
De acordo com o relatório, a maior parte das sinergias da transação virá do segmento de calçados (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

A compra da marca de vestuário Reserve pela Arezzo (ARZZ3) ajudará a marca em sua estratégia de ampliar sua plataforma de marcas, na visão do BTG Pactual.

A Reserva foi avaliada em R$ 715 milhões de reais na transação.

De acordo com o relatório, a maior parte das sinergias da transação virá do segmento de calçados, que representa mais de 12% da receita da Reserva, que se beneficiará da experiência da marca no setor e se sua cadeia de suprimentos no Vale dos Sinos.

Na visão dos analistas, o negócio será uma oportunidade de aumentar as vias de crescimento da Arezzo no mercado doméstico em um segmento que ainda não era muito explorado pela marca, como o de vestuário.

“Apesar de uma perspectiva de curto prazo desafiadora, com efeitos negativos de menores intenções de compra das famílias e maior desemprego, atingindo principalmente os segmentos de vestuário e calçados, mantemos uma visão de longo prazo positiva na Arezzo”, informou o BTG.

Segundo o documento, essa opinião se baseia na sua expansão resiliente nos mercados locais, oportunidades com novas marcas, como Vans e agora Reserva, e melhores perspectivas para as operações nos Estados Unidos.

Assim, a recomendação é de compra para as ações da companhia, com preço-alvo de R$ 50.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 25/10/2020 - 16:11