Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Resultados mostram rápida adaptação da Arezzo em cenário de pandemia, afirma Ágora

28/05/2020 - 14:22
Arezzo
Para a Ágora, os resultados mostraram a rápida adaptação da companhia durante a crise (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

O balanço trimestral divulgado pela Arezzo (ARZZ3) na noite de ontem (27) revelou os primeiros sinais dos impactos do coronavírus, com maior pressão na receita e nas vendas.

Enquanto a receita líquida retraiu 6% na comparação anual, o SSS (Vendas Mesmas Lojas), incluindo franquias, lojas próprias e o e-commerce, fechou em -10,6%.

Mesmo com números menores, para a Ágora Investimentos, as informações do relatório mostraram a rápida adaptação da companhia durante a crise.

“Excluindo varejistas de produtos essenciais e plataformas online, acreditamos que a Arezzo esteja no quartil superior das empresas em nosso universo de cobertura quando observamos a geração de receita, apesar das lojas estarem fechadas”, destacaram Richard Cathcart e Flávia Meireles, do time de análise da corretora.

E-commerce

Com a suspensão temporária das lojas físicas, as vendas online saltaram para 74% na segunda quinzena de março.

A companhia, que já estava trabalhando na estratégia de multicanalidade antes da pandemia, precisou acelerar o processo de transformação digital para aplacar os efeitos severos da crise sobre seus negócios.

Empresas Arezzo Moda
Segundo a Guide, a adoção de campanhas de marketing e o desenvolvimento da plataforma online contribuíram para que a Arezzo performasse bem no trimestre (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

E parece que as iniciativas surtiram efeito. Segundo a Guide Investimentos, a adoção de campanhas de marketing e o desenvolvimento da plataforma online contribuíram para que a Arezzo performasse bem no trimestre.

O BTG Pactual (BPAC11) destacou a adoção de estratégias como click-and-collect, ship-from-store, vendas remotas e prateleiras infinitas.

“Durante a companhia, a transformação foi acelerada com o lançamento do programa para vendedores digitais, em que funcionários são encorajados a oferecer descontos aos consumidores. Como resultado, as vendas no comércio eletrônico cresceram 54% no primeiro trimestre, além de 240% em abril e 216% em maio”, comentaram os analistas do banco, Luiz Guanais e Gabriel Savi.

Perspectivas a longo prazo

O BTG manteve recomendação de compra, com preço-alvo em 12 meses de R$ 50. Sua visão sobre o longo prazo é positiva, sustentada pela expansão resiliente da Arezzo nos mercados locais; as oportunidades advindas com a inclusão de novas marcas, como a Vans; e o crescimento gradual das operações online nos Estados Unidos.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 28/05/2020 - 14:22