Carteira Recomendada

Retornos de até 37%: Veja 8 ações para lucrar com dividendos, segundo a Guide

03 set 2022, 13:27 - atualizado em 03 set 2022, 13:27

Dividendos

A Guide realizou duas alterações em sua carteira recomendada de dividendos para o mês de setembro.

Com isso, saíram Minerva (BEEF3) e Engie (EGIE3) para a entrada de Ambev (ABEV3) e Equatorial (EQTL3).

Segundo o analista Rodrigo Crespi, que assina a carteira, no segundo trimestre a AmBev divulgou números fortes, com crescimento dos volumes de bebidas vendidas, aumento na receita e bom controle de custos e despesas, apesar de alguma pressão de custos (grãos e alumínio).

“O Brasil vem sendo o destaque de crescimento de volumes, tanto em cervejas quanto bebidas não alcoólicas”, coloca.

No caso da Equatorial, a Guide afirma que a empresa está próxima de capturar as mudanças no setor, “principalmente com a maior participação das fontes renováveis de energia e com a abertura do mercado, e grandes oportunidades em saneamento com o Novo Marco Legal”.

A carteira dividendos encerrou de agosto com performance positiva, três pontos percentuais acima do seu índice de referência (IDIV).

Veja o portfólio:

Empresa Ticker Retorno de dividendos
Ambev ABEV3 6,80%
Banco do Brasil BBAS3 7,80%
CPFL CPFE3 10,70%
Energias do Brasil ENBR3 4,10%
Equatorial EQTL3 2,70%
Petrobras PETR4 37,50%
Taesa TAEE11 19,10%
Vale VALE3 11,70%

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook!

Editor-assistente
Formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, cobre mercados desde 2018. Ficou entre os 50 jornalistas +Admirados da Imprensa de Economia e Finanças das edições de 2022 e 2023. É editor-assistente do Money Times. Antes, atuou na assessoria de imprensa do Ministério Público do Trabalho e como repórter do portal Suno Notícias, da Suno Research.
Linkedin
Formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, cobre mercados desde 2018. Ficou entre os 50 jornalistas +Admirados da Imprensa de Economia e Finanças das edições de 2022 e 2023. É editor-assistente do Money Times. Antes, atuou na assessoria de imprensa do Ministério Público do Trabalho e como repórter do portal Suno Notícias, da Suno Research.
Linkedin