Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

“Risco Caixa” não afeta otimismo do mercado com ações da MRV

08/11/2017 - 12:22

PULSO DO MERCADO – O resultado do terceiro trimestre da MRV (MRVE3) foi visto como sólido e forte por quatro analistas consultados pelo Money Times. Em consenso, a visão é de que o governo continua comprometido com o Minha Casa Minha Vida e isso, aliado ao melhor desempenho da construtora, sustentam a recomendação de compra às ações.

Gostou desta notícia? Receba nosso conteúdo gratuito

Para o Santander, apesar do resultado sólido, as ações da MRV sofreram recentemente com dúvidas quanto a capacidade de financiamento da Caixa Econômica Federal, veículo responsável pelos empréstimos das faixas 2 e 3 do programa Minha Casa Minha Vida. “Embora a performance de curto prazo possa permanecer comprometida por conta do “risco Caixa”, continuamos avaliando MRV como um bom investimento a médio/longo prazo”, destaca o analista Bruno Mendonça. A recomendação é de compra, com um preço-alvo de R$ 18,50.

Os números da MRV vieram fortes, como esperado, avalia a equipe da Bradesco Corretora, citando a margem bruta de 34,1% e a melhor diluição de despesas. “Vemos o recente desempenho das ações como um interessante ponto de compra, uma vez que as notícias recentes confirmam nossa tese de que o segmento de habitação para a baixa renda continuará mostrando resultados melhores que o restante do setor”, afirma nota assinada por Luiz Maurício Garcia e Renato Chanes. A recomendação é de “compra”, com preço-alvo de R$ 17 ao fim de 2018.

Os analistas do Citi destacam o salto de 14% na receita liquida no período, para R$ 1,245 bilhão, resultado de pico histórico de vendas e menores cancelamentos. “Em nossa opinião, a trajetória de crescimento da empresa está ganhando força e deve produzir valores operacionais consistentemente fortes, juntamente com a geração saudável de caixa”, diz texto assinado por Cauê Pinheiro, Larissa Nappo e Rafael Santos. A recomendação é de “compra”, com preço-alvo em 12 meses de R$ 16,60.

O BTG Pactual destaca que os números do período reforçam a visão positiva com a empresa ao mostrar que as operações estão crescendo com uma rentabilidade mais alta. “E, enquanto reconhecemos que o fraco desempenho tem sido guiado pelo noticiário recente do setor, reiteramos a nossa postura positiva para a MRV, devido ao valuation atraente e o nosso entendimento de que o governo está muito comprometido com o MCMV”, escreve o analista Gustavo Cambauva. A recomendação é de compra, com preço-alvo de R$ 17.

A MRV Engenharia, maior operadora do Minha Casa Minha Vida (MCMV), lucrou R$ 202 milhões no terceiro trimestre de 2017, 34,8% mais do que o registrado no mesmo período de 2016. O lucro foi impulsionado pelo ganho não recorrente de R$ 46,5 milhões registrado na linha de “outras receitas e despesas”, oriundo da capitalização da subsidiária Log Commercial Properties.

Nesta quarta-feira na B3, as ações da MRV (MRVE3) apuram alta de 0,86%, cotadas a R$ 12,85. No mesmo instante, o Ibovespa tinha avanço de 0,86%, aos 73.035 pontos.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Gustavo Kahil - 08/11/2017 - 12:22

Cotações Crypto
Pela Web