Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Rodolfo Amstalden: homens com os dentes de fora, à caça de cães

16/01/2020 - 11:59
“Jornalistas inventam versões apimentadas dos fatos, e os leitores gostam” (Imagem: Reuters/Brendan McDermid)

O Ibovespa caiu -1,04% ontem.

Manchetes de hoje banhadas de sangue: Bolsa brasileira tem a maior queda do ano.

Cachorros que mordem homens não fazem notícia.

Já os homens que mordem cachorros rendem muitos cliques.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Posto que são raros esses casos de homens mordendo cachorros, os jornalistas inventam versões apimentadas dos fatos, e os leitores gostam. Somos todos culpados, todos querendo fugir da monotonia fatigante de nossas mesmices diárias.

O helicóptero que quase cai jamais será o helicóptero que pousa.

Ironicamente, enquanto estamos distraídos inventando histórias, a realidade dá conta de prover evidências muito mais engenhosas que as da ficção.

Cosan é a controladora da Comgás, detendo 99,14% de participação na mesma, agora por meio da subsidiária DG (Distribuidora de Gás).

Como era de se esperar, as ações CSAN3 e CGAS5 caminham historicamente juntas, já que Comgás responde por uma parcela significativa dos resultados da Cosan.

No entanto, dado o float hoje irrisório de CGAS5, que redunda em parca liquidez, qualquer coisa pode acontecer com o papel.

Pode ser que a DG queira fazer o sprint final e chegar aos 100%, pode ser mera especulação de sardinhas nos concorridos fóruns da “deep web”.

Fato que, numa dessas, CGAS5 mais que dobrou de valor desde o início de dezembro, maxivalorização de 143,62% em 45 dias. Bateu o CDI.

Aconteceu, não temos dúvidas. Pessoas de verdade ganharam dinheiro com isso. Está nos números, nos gráficos; não é ficção.

Mas é perigosíssimo.

“Too much of a good thing may turn into a bad thing.”

Enquanto milhares de novatos compram BOVV11 pela primeira vez, investidores de segunda viagem estão migrando para as microcaps.

É uma migração bem inteligente, com prêmios de mercado potencialmente maiores, desde que feita na dose certa.

Dose certa é com pouco dinheiro (como % do seu patrimônio total).

Dose certa é evitando adentrar o submundo quântico de ações tão minúsculas que nem aparecem no microscópio do Max.

Não invista em microcaps sob a ótica de “quanto menor, melhor!”.

Para além das microcaps, o investidor incauto cruza uma fronteira proibida, invadindo um mundo de “penny stocks” que desobedecem às leis usuais da Física.

Naquele outro mundo, viramos homens com as mandíbulas de fora, à procura de cães.

Última atualização por Diana Cheng - 16/01/2020 - 12:38

BTG Digital já representa R$ 10 bilhões do valor do BTG Pactual, segundo o UBS