Colunista Empiricus

Rodolfo Amstalden: Ibov pode chegar aos 300 mil pontos no 5º ciclo histórico de alta

Rodolfo Amstalden - 11/04/2021 - 11:46
B3 B3SA3 Bolsa Mercados ações Ibovespa
“Um dos principais fatores para explicar como o atual cenário pode multiplicar seu patrimônio é saber que o Ibovespa ainda não recuperou o patamar pré-crise em dólares”, escreve (Imagem: REUTERS/ Paulo Whitaker)

A carteira de ações do meu sócio Felipe Mirandachamada Oportunidades de Uma Vida – entregou +437% de retorno consolidado, mesmo atravessando duas crises: a do Governo Dilma e a da Covid.

O bom resultado foi reflexo de um princípio financeiro que os investidores muitas vezes não percebem: a volatilidade, combinada com alguns aportes cirúrgicos, é um balde de ouro para quem deseja fazer dinheiro na Bolsa.

Isso está acontecendo agora… com a Bolsa em ‘promoção’ para os gringos.

Um dos principais fatores para explicar como o atual cenário pode multiplicar seu patrimônio é saber que o Ibovespa ainda não recuperou o patamar pré-crise em dólares, que é o que realmente importa dentro de um contexto global.

No final de 2019, o Ibovespa estava em 29 mil pontos em dólares. No auge da crise do coronavírus, atingiu os 12 mil. E agora ele está na casa dos 20 mil. Ou seja, as ações brasileiras ainda não voltaram ao patamar pré-crise na moeda americana.

Sabe o que isso quer dizer? O Ibovespa está em promoção para os gringos, tornando-o atrativo para investimentos de fora, o que tende a aumentar o fluxo da B3 (B3SA3) e beneficiar o investidor brasileiro com a alta do índice do médio ao longo prazo.

Mas não para por aí…

Ao olharmos a história da Bolsa brasileira, identificamos quatro grandes ciclos de alta (bull market) que duraram cerca de oito anos e entregaram multiplicações do Ibovespa entre 16 e 35 vezes.

Agora estamos no quinto ciclo, com um importante diferencial: ele está apenas no começo se comparado aos últimos, devido à queda dos mercados que a pandemia causou.

Estamos falando de ciclos de multiplicação de capital da ordem de 30x, 16x, 35x e 21x ao longo da história. Isso para a média do mercado brasileiro.

Estenda a linha de tendência para o futuro e você vai perceber que isso nos joga lá para cima de 300 mil pontos, ainda neste quinto ciclo.

Nesse contexto, rastreamos as 21 ações mais promissoras para surfar essa valorização daqui para frente.

O objetivo é acompanhar a onda de lucros que pode estar por vir com o quinto bull market da B3 e o processo de financial deepening (aumento da demanda por produtos financeiros mais sofisticados).

A mudança também caminha para captar as melhores oportunidades surgidas em meio à atual crise. Se de lá para cá esse trabalho resultou em uma multiplicação de +437%, o feito pode se repetir, com o patamar convidativo de preços da Bolsa.

Se assim desejarem, os leitores desta newsletter podem ver as 21 ações agora, acessando a série por sete dias gratuitos.

Você terá acesso às teses de investimento, nomes de ações, análises dos ativos mais promissores da Bolsa e tudo mais que levou o Felipe a entregar a seus leitores um portfólio com +437% de valorização desde 2015.

ENTRE AQUI PARA ACESSAR AS 21 AÇÕES MAIS PROMISSORAS NESSE CENÁRIO

Pela Web