Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Rodolfo Amstalden: pedido de privacidade

21/11/2019 - 10:40
“Passamos ¾ do tempo investido em Bolsa pendurados nos drawdowns, apenas escalando para voltar a um topo que pensávamos já haver conquistado”, comentou o colunista (Imagem: Reinaldo Canato)

Por Rodolfo Amstalden, da Empiricus Research

Nem parece, né? Faz pouco tempo que atingimos o topo nominal de quase 110 mil pontos para o Ibovespa — foi em 7 de novembro.

Desde então, perdemos 4 mil pontos.

Há quem diga que não foi bem uma perda de 4%, só perde mesmo quem vendeu, blá-blá-blá… esse papo da nata do value investing.

Perdemos, sim. Só perde quem vendeu? Que porra é essa?

Psicologicamente, inclusive, perdemos algo entre 8% e 10% desde 7 de novembro.

É duro, machuca, mas é só um drawdown. De fato, um pequeno drawdown, ao menos até o momento.

Nos outros, ocorridos ao longo dos últimos 12 meses, o Ibovespa caiu entre 5% e 10%. Então, agradeça aos céus, pois sofrimento de menos é alegria demais.

Em média, passamos ¾ do tempo investido em Bolsa pendurados nos drawdowns, apenas escalando para voltar a um topo que pensávamos já haver conquistado.

Assim é a vida, fazer o quê? Três quartos de mito de Sísifo.

Mas tem alguns milhares de acionistas de primeira viagem que não sabem disso. Não porque são burros, mas porque ninguém nunca falou para eles, ninguém nunca contou essa história para eles.

O sujeito comprou BOVA11 em 7 de novembro e agora está desesperado. Inventou de testar a renda variável para fugir do ganho pífio de +4% do CDI e levou uma naba de -4% na Bolsa, logo de cara.

Se este é o seu caso, acalme-se. Respire fundo. Peça um pouco de privacidade às inúmeras pressões externas, assim como fazem os artistas.

Afinal, investimento é uma arte, não é? Ou você nunca ouviu esse ditado de merda?

Eu não sou artista, você não é artista, mas podemos aprender com os artistas.

Mercados Ibovespa
“Seu investimento em Bolsa não está pronto ainda; não está nem perto de pronto”,  disse Rodolfo Amstalden (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

Talvez eu deva mencionar aqui: sempre que um pintor sente que determinado trabalho fica comprometido por comentários alheios (bons ou ruins) antes de concluído, ele pede privacidade para esse trabalho.

Fica combinado que ninguém deve sequer tentar olhar o quadro enquanto o pintor não anular seu pedido de privacidade.

Os pintores fazem isso para que possam assumir riscos e testar inovações sem medo de fazerem papel de otários.

Todo quadro estará pronto se estiver pronto, quando estiver pronto, e não antes disso.

Seu investimento em Bolsa não está pronto ainda. Não está nem perto de pronto. Este é apenas o início do bull market.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 21/11/2019 - 10:40

Cotações Crypto
Pela Web