Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Rússia decidirá sobre cortes de produção de petróleo em um mês

20/10/2020 - 13:40
Petróleo
“Temos que ser capazes de tomar medidas para evitar tendências e acontecimentos negativos, para eliminá-los pela raiz” (Imagem: Pixabay)

A Rússia, principal aliada da Opep no acordo para equilibrar o mercado global de petróleo, não tomará nenhuma decisão sobre o futuro dos cortes de produção do grupo antes da reunião do próximo mês.

“Faremos uma análise em um mês e definiremos nossa posição”, disse o ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, em entrevista à Bloomberg na terça-feira. Um dia antes, falando em reunião com outros ministros da Opep+, ele havia alertado que a recuperação na demanda global por petróleo desacelerou recentemente em meio às novas ondas da pandemia de coronavírus, o que aumenta a incerteza do mercado.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados têm feito cortes profundos na produção de petróleo desde abril. O grupo planeja reduzir gradualmente essas restrições de acordo com a recuperação da demanda, adicionando 1,9 milhão de barris por dia de volta ao mercado em janeiro. No entanto, o novo avanço do coronavírus coloca o grupo sob pressão para mudar esse plano.

O ministro de Energia da Arábia Saudita, príncipe Abdulaziz bin Salman, alertou na videoconferência de segunda-feira do painel ministerial da Opep+ sobre a perspectiva “incerta” para a demanda e pediu que o grupo seja pró-ativo.

Abrão Filho aumenta 135% sua receita em 2021

“Temos que ser capazes de tomar medidas para evitar tendências e acontecimentos negativos, para eliminá-los pela raiz”, disse.

A posição de Novak no acordo da Opep+ parece estar mudando. Há menos de uma semana, ele havia dito que o grupo pretende manter o plano de aumentar a produção a partir de janeiro.

A Reuters informou na terça-feira que a Rússia pode apoiar o adiamento da redução planejada dos cortes de produção se a situação do mercado piorar, citando fontes não identificadas do setor de petróleo do país.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 20/10/2020 - 13:40

Pela Web