Safras eleva previsão para colheita de milho verão e vê apenas problema isolado no RS

19/11/2021 - 15:43
Milho
No relatório anterior, a produção de verão do país estava prevista em 25,5 milhões de toneladas (Imagem: Pixabay/Hornet_Pictures)

A produção da primeira safra de milho 2021/22 do centro-sul do Brasil foi estimada nesta sexta-feira em 25,7 milhões de toneladas, com ligeiro aumento ante a previsão anterior, apontou a consultoria Safras & Mercado, que por ora vê apenas problemas isolados para o Rio Grande do Sul em função de seca.

No relatório anterior, a produção de verão do país estava prevista em 25,5 milhões de toneladas.

Caso a projeção se confirme, a consultoria estima aumento de 19% ante o total colhido na temporada passada, quando o Rio Grande do Sul sofreu com seca.

“Por enquanto, vamos problema apenas localizado. Até subimos a produção do Rio Grande do Sul. Agora, precisa chover em dezembro”, afirmou o analista Paulo Molinari, à Reuters.

Algumas empresas de análises têm chamado a atenção para uma seca em novembro no Rio Grande do Sul, tradicionalmente o maior produtor de milho verão do Brasil.

A área plantada no Brasil com a primeira safra do centro-sul do Brasil deverá ocupar 4,384 milhões de hectares, 0,7% acima da cultivada na temporada 2020/21, segundo a Safras.

Segundo a consultoria, deve haver um crescimento na produtividade média da safra de verão 2021/22 frente ao registrado na temporada 2020/21, passando de 4.973 quilos por hectare para 5.867 quilos por hectare.

Em agosto o rendimento médio havia sido previsto em 5.827 quilos por hectare.

Millho
A área plantada no Brasil com a primeira safra do centro-sul do Brasil deverá ocupar 4,384 milhões de hectares, 0,7% acima da cultivada na temporada 2020/21, segundo a Safras (Imagem: Pixabay/stux)

Para a segunda safra, a maior do Brasil, plantada somente no início do ano que vem, a consultoria prevê plantio 0,4% menor frente aos 14,4 milhões de hectares cultivados em 2020/21, atingindo 14,345 milhões de hectares.

Com a produtividade média passando de 3.968 quilos por hectare para 5.695 quilos por hectare, aquém dos 5.892 quilos por hectare estimados anteriormente, Molinari salienta que a produção da segunda safra 2021/22 poderá chegar a 81,697 milhões de toneladas.

A segunda safra passada foi atingida por seca e geada em importantes regiões produtoras do Brasil.

Já a produção total de milho do Brasil na temporada 2021/22 deverá atingir 119,255 milhões de toneladas, inferior às 122,553 milhões de toneladas indicadas na estimativa anterior, mas acima das 90,77 milhões de toneladas da safra 2020/21.

Para as regiões Norte e Nordeste, a produção poderá alcançar 11,831 milhões de toneladas na safra 2021/22, segundo a consultoria.

Última atualização por Rafael Borges - 19/11/2021 - 15:43

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web