Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Salim Mattar pede demissão do Ministério da Economia por insatisfação com o governo

11/08/2020 - 20:11
Paulo Guedes
Guedes foi irônico ao comentar a postura dos dois assessores e afirmou que a reação do governo será agir para acelerar reformas (Imagem: REUTERS/Adriano Machado)

Os secretários especiais do Ministério da Economia Salim Mattar (Desestatização) e Paulo Uebel (Desburocratização) pediram demissão nesta terça-feira, disse o ministro da pasta, Paulo Guedes, a jornalistas nesta noite, afirmando que houve uma “debandada” da sua equipe.

Segundo o próprio ministro, os pedidos para deixar o governo foram feitos pela insatisfação dos dois secretários com o andamento das privatizações e da reforma administrativa.

Guedes foi irônico ao comentar a postura dos dois assessores e afirmou que a reação do governo será agir para acelerar reformas e atrair investimentos.

“O que ele me disse é que é muito difícil privatizar, que o establishment não deixa”, afirmou Guedes ao relatar a justificativa de Salim Mattar para deixar o cargo. “O que eu disse para ele é que para privatizar cada um tem que lutar, não adianta ficar esperando Papai do Céu.”

Segundo Guedes, Uebel se contrariou com o atraso no encaminhamento da reforma administrativa.

“Hoje houve uma debandada”, afirmou.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Bruno Andrade - 11/08/2020 - 20:13