Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Sauditas querem que Opep+ mantenha cortes de oferta atuais até junho

30/03/2021 - 8:24
Opep
A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, incluindo a Rússia, tinham expectativa anterior de reduzir os cortes depois de ganhos nos preços vistos mais cedo neste ano (Imagem: Reuters/Leonhard Foeger)

A Arábia Saudita está preparada para apoiar uma prorrogação dos cortes de oferta de petróleo pela Opep e seus aliados até junho, assim como para prolongar seus próprios cortes voluntários de produção, visando impulsionar os preços da commodity em meio a uma nova onda de “lockdowns”, disse uma pessoa com conhecimento do assunto na segunda-feira.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, incluindo a Rússia, tinham expectativa anterior de reduzir os cortes depois de ganhos nos preços vistos mais cedo neste ano.

Mas uma nova onda de medidas restritivas para prevenir a disseminação do coronavírus derrubaram o petróleo das máximas atingidas neste ano, e quatro fontes da Opep+ disseram à Reuters que isso deve incentivar o grupo a prorrogar seus cortes até maio em uma reunião na quinta-feira.

Segundo a fonte que falou na segunda-feira, no entanto, a Arábia Saudita está disposta a prorrogar os cortes para contemplar também maio e junho.

A Criptomoeda da Loteria Infinita

“Eles não vêem a demanda forte o bastante ainda e querem evitar uma queda dos preços”, disse a fonte.

Nesta terça-feira, uma fonte do setor de petróleo saudita disse que ainda não há uma decisão e que discussões sobre a política de produção estão para começar.

Pela política atual da Opep+, o grupo tem cortado pouco mais de 7 milhões de barris por dia em produção, enquanto os sauditas têm promovido uma redução adicional voluntária de oferta de 1 milhão de bpd.

No ano passado, o grupo havia chegado a acordo para cortes de 9,7 milhões de bpd, ou 10% da produção global, mas aliviou as restrições conforme a demanda se recuperava.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 30/03/2021 - 8:24

Pela Web