Se havia dúvida de que a Petrobras (PETR4) amarrava preço do etanol nas usinas, não há mais

Giovanni Lorenzon
25/06/2022 - 9:16
Etanol
Etanol foi escoado em maior volume até que gasolina refletisse alta (Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Até que a Petrobras (PETR4) não alterasse o valor da gasolina, o etanol hidratado não vinha de recuos, na média dos postos, proporcionais às quedas fortes e consecutivas nas usinas e nas distribuidoras, como mostrava os dados da ANP relativos ao varejo até a semana útil encerrada dia 17 em contrapartida aos preços registrados nos dois segmentos anteriores da cadeia.

Nesta próxima semana é provável que o biocombustível volte a mostrar rigidez entre avanço e estabilidade, no mínimo, depois que a estatal reajustou o combustível de petróleo em mais de 5% nos dia 17.

As indústrias acumularam alta de 1,75% de segunda a sexta (R$ 3,0644 o litro, livre de impostos e frete), apesar de diariamente as intermediárias no polo de Paulínia (SP) terem apresentado quedas nas vendas aos donos das bombas. Fecharam ontem a R$ 3,134/l.

Nos dois casos, de acordo com levantamento do Cepea, que é a principal referência do mercado, assim como a ANP.

O segmento distribuidor pagou mais caro pelo etanol enquanto terminava de limpar seus estoques, na medida em que os postos também se livraram da sobra, e deverá escoar o produto a partir de segunda com os preços refletindo a alta dos fabricantes.

A gasolina subiu nas bombas durante os últimos dias, para 2,2% em média brasileira, de acordo com agência reguladora.

Isso, sim, motivou, o movimento antecipatório das usinas, mesmo com oferta de safra maior e o temor do ICMS menor impactando o produtor, que previram a maior desova nos dois segmentos da frente com o concorrente do etanol mais caro.

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook!

 

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 25/06/2022 - 9:37

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto