Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Seguindo exterior, Ibovespa futuro inicia sessão desta segunda-feira com perdas

14/01/2019 - 9:08

Por Investing.com – O índice futuro do Ibovespa inicia os negócios desta segunda-feira com queda de 0,52% aos 93.660 pontos, depois da leve queda de sexta. O dia também se mostra negativo nas bolsas da Europa e nos índices futuros de Wall Street, após uma sessão já negativa na Ásia.

Chegou o Pré-Market Money Times! CADASTRE AGORA e Receba antes do mercado

As exportações da China caíram inesperadamente pelo ritmo mais forte em dois anos em dezembro, enquanto as importações também contraíram, indicando mais fraqueza na segunda maior economia em 2019 e deterioração da demanda global.

Dados divulgados nesta segunda-feira também mostraram que a China teve em 2018 o maior superávit comercial com os Estados Unidos já registrado, o que pode levar o presidente norte-americano, Donald Trump, a ampliar as ameaças sobre Pequim em sua disputa comercial.

Nos Estados Unidos, a agenda traz indicadores como o de índices de preços ao produtor, vendas do varejo, estoques de petróleo, casas iniciadas, pedidos de auxílio-desemprego e produção industrial.

Por aqui, a agenda local reserva indicadores de destaque, como o das vendas do varejo de novembro, marcada para a terça-feira. No dia seguinte, será a vez dos números do setor de serviços, também de novembro.

Bolsas Internacional

Em TÓQUIO, o índice Nikkei permaneceu fechado. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,38 por cento, a 26.298 pontos. Em XANGAI, o índice SSECperdeu 0,71 por cento, a 2.535 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,87 por cento, a 3.067 pontos.

O dia também se mostra negativo para as bolsas das principais praças da Europa. Em Frankfurt, o DAX tem perdas de 0,50% aos 10.832 pontos, enquanto que em Londres, o FTSE cai 0,59% aos 6.877 pontos já em Paris, o CAC cede 0,67% aos 4.794 pontos.

Commodities

A jornada desta segunda-feira na bolsa de mercadorias de Dalian, na China, o dia foi marcado por ganhos para os contratos futuros do minério de ferro. O ativo com data de vencimento maio deste ano teve ganhos de 0,98% a 513,00 iuanes por tonelada, o que representa ganhos de 5,00 iuanes na jornada.

A sessão também foi positiva nos negócios com o vergalhão de aço na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai. Os contratos com data de vencimento no mês de maio, a alta foi de 57 iuanes para um total de 3.575 iuanes por tonelada. Já o segundo ativo em volume de negócios, vencimento em março, os ganhos foram de 46 iuanes para 3.644 iuanes por tonelada.

Por outro lado, para o petróleo, a segunda-feira é de perdas nos preços do produto. O barril do tipo WTI, negociado na bolsa de Nova York, tem retração de 0,89%, ou US$ 0,46, a US$ 51,13. Já em Londres, o Brent cai 0,76%, ou US$ 0,46, US$ 60,02.

Mercado Corporativo

fabricante brasileira de aeronaves Embraer (EMBR3) informou que seu conselho de administração ratificou nesta sexta-feira os termos do acordo celebrado em dezembro pela companhia para uma aliança com a norte-americana Boeing.

A decisão veio um dia após o governo do presidente Jair Bolsonaro ter anunciado que abriu mão do direito de veto que possui na Embraer para questões estratégicas.

Em fato relevante, a Embraer afirmou que o conselho autorizou a celebração do “Master Transaction Agreement”, que contém os termos e condições para a parceria na aviação comercial. Esse acordo prevê a criação de uma joint venture que vai incorporar a área de aviação comercial da Embraer, que terá 20 por cento do negócio, enquanto os 80 por cento restantes serão da Boeing.

O preço médio da gasolina nos postos do Brasil caiu 0,76 por cento nesta semana ante a semana anterior, para 4,297 reais por litro, mostraram dados publicados nesta sexta-feira pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em seu site.

Na quarta-feira, o valor médio cobrado pela Petrobras (PETR4) pelo combustível nas refinarias caiu ao menor nível em 14 meses, em meio a uma redução na cotação do dólar ante o real, um dos parâmetros utilizados pela companhia em sua sistemática de reajustes.

O preço da gasolina da petroleira estatal, que responde por quase 100 por cento do refino no Brasil, vinha caindo desde meados de dezembro diante da depreciação da moeda norte-americana.

A Petrobras elevará preço médio do diesel em suas refinarias em 2,5 por cento, para 1,9484 reais por litro, a partir de sábado, informou a petroleira estatal em seu site. O valor médio da gasolina nas refinarias, por sua vez, foi mantido em 1,4624 real por litro.

Segundo a estatal, a política de preços para os combustíveis segue indicadores internacionais como o valor do barril do petróleo e a cotação do dólar, em busca de rentabilidade.

A safra de soja 2018/19 do Brasil, em colheita, deverá cair para 115,7 milhões de toneladas, projetou nesta sexta-feira a Safras & Mercado, em um corte de 5,3 por cento ante a previsão anterior (122,2 milhões de toneladas) em razão do clima desfavorável em alguns Estados produtores.

O volume, caso se confirme, representaria uma queda de 4,2 por cento frente o recorde de cerca de 120 milhões de toneladas de 2017/18.

A revisão feita por Safras & Mercado se segue a outras já realizadas nos últimos dias por consultorias e pela própria Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A Petrobras pediu à agência reguladora ANP novo prazo para resolver o futuro de 254 campos em terra e águas rasas, no que pode ser uma importante iniciativa para diversificar investidores nessas áreas, disse nesta sexta-feira o diretor-geral da autarquia, Décio Oddone.

O pleito, apresentado em dezembro, ocorreu após a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis ter dado ainda no ano passado um ultimato á petroleira, ao exigir que ela invista nesses blocos, coloque-os à venda ou devolva os ativos à União até meados de 2019.

Segundo Oddone, todos os campos em questão têm planos de investimentos, mas os aportes feitos pela estatal não estão no nível ideal para as áreas, que apresentam declínio na produção, na avaliação da autarquia.

A construtora e incorporadora Cyrela (CYRE3) anunciou nesta sexta-feira que teve forte alta nas vendas e nos lançamentos no quarto trimestre, reforçando os sinais de retomada da construção civil.

A companhia informou que o volume de lançamentos entre outubro e dezembro somou 2,7 bilhões de reais, um salto de 113,1 por cento em relação ao mesmo período de 2017.

No ano passado, os lançamentos atingiram 5,04 bilhões de reais, 65 por cento a mais do que em 2017.

Já as vendas líquidas contratadas da Cyrela alcançaram 2,44 bilhões de reais no quarto trimestre, superando em 94,6 por cento o total observado em igual intervalo de 2017.

A BR Distribuidora (BRDT3), empresa de combustíveis controlada pela Petrobras, informou nesta sexta-feira que recebeu da Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre) 53,1 milhões de reais referentes a Instrumentos de Confissão de Dívidas (ICDs) assinados com a antiga controladora da distribuidora, Eletrobras (ELET3).

Até o momento, a BR disse que já recebeu um acumulado de aproximadamente 1,658 bilhão de reais referentes a ICDS celebrados com a elétrica Eletrobras e suas controladas de distribuição de energia.

O novo presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, quer trocar mais dois membros do conselho de administração da petroleira estatal, em busca de um maior alinhamento de ideias, afirmaram à Reuters três fontes com conhecimento do assunto, o que pode levar a questionamentos sobre governança.

Atualmente, o conselho tem nove membros, sendo quatro deles eleitos pelo governo federal, dois pelo conselho, dois pelos acionistas minoritários e um pelos funcionários, de acordo com informações no site da estatal.

Segundo as fontes, Castello Branco quer a renúncia dos conselheiros Segen Farid Estefen, eleito pelo governo, e Durval José Soledade, eleito pelo conselho, ambos com mandato até abril de 2020.

A elétrica Eneva (ENEV3) espera fechar no segundo semestre a estrutura de financiamento de seu projeto de expansão da capacidade de uma termelétrica no Maranhão, disse à Reuters uma executiva da companhia, que estimou ainda que as obras do empreendimento devem ter início ainda no primeiro semestre.

A companhia viabilizou a venda da produção futura do projeto, de 386 megawatts, em leilão realizado pelo governo em dezembro, o A-6. A unidade precisa iniciar operações até 2024, e o investimento está estimado em cerca de 1 bilhão de reais, segundo dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

“Estamos estudando qual a melhor estrutura para esse financiamento. A gente pretende estar com isso concluído no segundo semestre”, disse a Gerente de Relações com Investidores da Eneva, Flavia Heller.

A Anheuser-Busch InBev, maior cervejaria do mundo, está considerando levantar bilhões de dólares em uma listagem parcial das suas operações na Ásia, disseram duas fontes de bancos de investimentos asiáticas, em um negócio que ajudaria a reduzir a sua dívida.

A empresa baseada na Bélgica, fabricante da Budweiser, Corona e Stella Artois, vem discutindo uma possível listagem multibilionária em Hong Kong, disse um banqueiro, na sexta-feira.

A AB inBev recusou-se a comentar o assunto.

“Em linha com nossa cultura, nós sempre procuramos oportunidades para otimizar nossos negócios e conduzir crescimento em longo prazo, e estamos muito comprometidos com nossos negócios na região Ásia-Pacífico e animados com o potencial crescimento dessa geografia”, disse uma porta-voz da AB InBev

Agenda de Autoridades

O presidente Jair Bolsonaro inicia a semana c5om um encontro com Gustavo Bebianno, Ministro-Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República. Em seguida, participa da transmissão de Cargo do Comando da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Secretaria Geral da Presidência da República, do Senhor Hussein Kalout para o General Maynard Marques de Santa Rosa.

Na parte da tarde, recebe Sandra Maria Mioranzza Randon (RAPT4), Presidente da Comissão da Festa da Uva e também o Ministro José Múcio Monteiro Filho, Presidente do Tribunal de Contas da União (TCU).

O ministro da Economia, Paulo Guedes, participa nesta segunda-feira de um almoço com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. De tarde tem reunião com Gustavo Bebianno, Ministro-Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República e como Sérgio Moro, Ministro da Justiça.

Com Reuters.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre:

Última atualização por Bruno Andrade - 14/01/2019 - 9:20

Cotações Crypto
Pela Web