Semeadura do trigo é iniciada no Paraná, mas negócios seguem lentos

Por Cepea
20/04/2021 - 14:44
No geral, as atividades ainda são lentas devido ao baixo volume de chuva (Imagem: Reuters/Eduard Korniyenko)

As negociações envolvendo trigo estão lentas no Brasil, limitadas pelos elevados preços.

Segundo pesquisadores do Cepea, enquanto produtores se mostram capitalizados, moinhos indicam estar abastecidos.

A menor demanda por derivados também é um fator que reforça a baixa liquidez. No campo, a semeadura da nova safra de trigo foi iniciada em algumas poucas áreas do Paraná.

No geral, as atividades ainda são lentas devido ao baixo volume de chuva. Para esta semana, agentes consultados pelo Cepea acreditam que a semeadura ganhe um pouco de ritmo, fundamentados em chuvas pontuais no último final de semana.

Ressalta-se que parte dos agricultores do Paraná optou pelo cultivo do milho segunda safra em detrimento do trigo, atraídos pelo preço recorde do cereal no mercado brasileiro.

Já no Rio Grande do Sul, a semeadura do trigo deve ser iniciada apenas na segunda quinzena de maio. Por enquanto, produtores do estado têm realizado os planejamentos e a compra de insumo da safra.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Evelin Mendes - 20/04/2021 - 14:44

Pela Web