Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Senadora Kelly Loefller, ex-CEO da Bakkt, vendeu milhões em ações antes da quebra do mercado

20/03/2020 - 8:57
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Bakkt é uma corretora de criptoativos criada pela Intercontinental Exchange, dona da Bolsa de Valores de Nova York; Loeffler foi CEO da Bakkt desde 2018, aceitando o cargo de senadora em janeiro deste ano (Imagem: Twitter/Senadora Kelly Loeffler)

A senadora Kelly Loeffler, do Partido Republicano da Geórgia, liquidou milhões em ações antes da recente queda do mercado causada pelo coronavírus, de acordo com informações financeiras.

Afirma-se que Loeffler, antiga CEO da corretora Bakkt, realizou a primeira venda de suas ações no dia 24 de janeiro, o mesmo dia em que seu comitê, o Comitê de Saúde do Senado, realizou uma reunião privada sobre o coronavírus, de acordo com o site The Daily Beast.

A primeira transação de vendas foi da ação da Resideo Technologies, entre US$ 50 mil e US$ 100 mil. O preço das ações da empresa caiu mais da metade desde então.

Outras transações incluem as ações da Comcast Corporation, Keysight Technologies, Ross Stores e outras empresas, com valor entre US$ 1,2 milhão e US$ 3,1 milhões.

É importante destacar que, de início, Loeffler realizou muitas dessas transações em nome de seu marido, Jeffrey Sprecher, fundador, presidente e CEO da Intercontinental Exchange (ICE) e presidente da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE).

Na semana passada, no dia 12 de março, ela corrigiu o relatório para declarar que a maioria das transações eram propriedade conjunta.

O relatório corrigido lista um total de 22 transações. Existe outro relatório periódico de transações, também enviado no dia 12 de março, que apresenta um total de 25 negociações: 23 vendas e apenas duas aquisições. Muitas ações que Loeffler informou ter vendido caíram na recente queda do mercado.

“Esse é um ataque ridículo e sem fundamento. Eu não tomo as decisões de investimento para meu portfólio. Decisões de investimento são feitas por inúmeros conselheiros externos sem conhecimento ou envolvimento meu ou de meu marido”, tuitou ela.

“Assim como consta no relatório periódico de transações à Comissão de Ética do Senado, eu fui informada dessas aquisições e vendas no dia 16 de fevereiro de 2020 — três semanas após terem sido realizadas”, acrescentou ela.

Loeffler foi escolhida como senadora do estado da Geórgia em janeiro. Desde então, ela sofreu críticas sobre possíveis conflitos de interesse. O comitê de Loeffler supervisiona a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC, na sigla em inglês), que regula a empresa de seu marido, a Intercontinental Exchange.

É importante destacar que, na hora de seu compromisso, Loeffler pediu por uma prorrogação para o envio do relatório anual de informações financeiras. Como resultado, obteve uma prorrogação de 90 dias e um relatório completo de suas finanças será disponibilizado publicamente no dia 5 de maio.

Loeffler é a segunda senadora a ter vendido milhões em ações semanas antes da quebra do mercado. O senador Richard Burr, do Partido Republicano da Carolina do Norte e presidente do Comitê de Inteligência do Senado, vendeu entre US$ 500 mil e US$ 1,5 milhão em ações no mês passado.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 20/03/2020 - 11:15