Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Serviços frustram as expectativas, mas alta da atividade econômica de curto prazo virá

15/10/2020 - 8:41
Serviços Cabeleireiro Coronavírus
O setor de serviços corresponde a quase 70% do PIB do Brasil, segundo o IBGE (Imagem: Reuters/Thilo Schmuelgen)

O setor de serviços do Brasil avançou 2,9% em agosto sobre o mês anterior, na terceira alta mensal, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na véspera.

Apesar do desempenho ser recorde para o mês, vale lembrar que 2020 acumula baixa devido às quedas brutais do setor de fevereiro a maio, diante do auge da pandemia no País.

Tanto apreço com os números dos serviços se deve a um dado muito sensível: o segmento representa quase 70% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, segundo o IBGE.

Ainda que positivo, o desempenho de agosto frustrou as expectativas da XP Investimentos, que esperava um crescimento de 7,4%, conforme explica a economista Lisandra Barbeiro.

“Serviços administrativos e complementares foram o principal destaque negativo no mês, assim como a perda de ímpeto dos serviços de tecnologia da informação“, avalia a economista.

“Mas com exceção desses dois setores todos os demais vieram em linha com o que prevíamos e confirmaram a mensagem de que o setor de serviços está começando a se recuperar”, advertindo que a recuperação se dará a passos lentos.

A expansão de 33,3% dos serviços prestados às famílias (que pesam mais sobre ótica do PIB)  e a melhora marginal do índice de difusão já denotam uma retomada gradual, que deve ser observada ainda nos próximos meses, explica a especialista.

A equipe da XP revisou os números de agosto do índice de atividade econômica do Banco Central (IBC-Br), elevando as taxas de 2,7% anuais e de 3,8% mensais para 3% anuais e 3,4% mensais.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 15/10/2020 - 10:49