Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Setor público tem déficit de R$ 15,3 bi em novembro; governo central está pior que em 2018

30/12/2019 - 10:46
Brasília Congresso
Governo central apresentou déficit de 18,177 bilhões de reais no mês passado, pior do que o rombo de 17,073 bilhões de reais de igual de 2018(Imagem: Geraldo Magela/Agência Senado)

O setor público consolidado brasileiro registrou um déficit primário de 15,312 bilhões de reais em novembro, divulgou o Banco Central nesta segunda-feira, com o rombo acumulado em 12 meses alcançando 1,24% do Produto Interno Bruto (PIB).

Em novembro do ano passado, o déficit primário do setor público foi de 15,602 bilhões de reais.

O governo central (governo federal, BC e Previdência) apresentou déficit de 18,177 bilhões de reais no mês passado, pior do que o rombo de 17,073 bilhões de reais de igual de 2018.

Enquanto isso, os governos regionais apresentaram superávit de 2,903 bilhões de reais em novembro, enquanto as empresas estatais registraram um resultado negativo de 39 milhões de reais.

No acumulado dos 11 primeiros meses do ano, o déficit primário do setor público consolidado foi a 48,359 bilhões de reais, ante rombo de 67,125 bilhões de reais no mesmo intervalo de 2018.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Em 12 meses, alcançou 89,492 bilhões de reais, equivalente a 1,24% do Produto Interno Bruto (PIB). Para o ano, a meta é de um rombo primário de 132 bilhões de reais, sexto resultado consecutivo no vermelho.

O Tesouro já estimou que o déficit primário do setor público consolidado ficará entre 60 bilhões e 80 bilhões de reais neste ano, beneficiado por recursos extraordinários com leilões de petróleo.

Em novembro, a dívida bruta aumentou 0,4 ponto percentual em relação ao mês anterior, para 77,7% do PIB. Já a dívida líquida foi a 54,8% do PIB, com queda de 0,4 ponto.

Última atualização por Lucas Simões - 30/12/2019 - 10:46