Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Siemens vê valor de mercado acima de US$ 20 bilhões para unidade de energia após cisão

22/09/2020 - 12:35
Logotipo da Siemens na fachada de um prédio em em Berlim.
Preparativos: Siemens Energy estreia na Bolsa de Frankfurt na semana que vem (Imagem: REUTERS/ Hannibal Hanschke)

A Siemens espera que sua unidade Siemens Energy atinja valor de mercado bem superior a 17 bilhões de euros, ou 20 bilhões de dólares, quando suas ações estrearem na bolsa de Frankfurt na próxima semana, disse uma fonte próxima à companhia.

As previsões de consenso para o valor do negócio, que produz turbinas a gás e eólicas, é de 21 bilhões a 22 bilhões de euros, disse a fonte.

Com base no número de ações da Siemens Energy, isso significaria preço para cada ação de 28,90 euros a 30,28 euros.

A Siemens recusou-se a comentar.

O sucesso da cisão da unidade de energia só poderia ser estimado após dois ou três meses, uma vez que espera-se alta volatilidade de preços após a estreia das ações no mercado, em 28 de setembro, disse a fonte.

A Siemens Energy emprega 91 mil pessoas e produz turbinas a ciclo combinado, geradores a transformadores e compressores, além de ter negócios em energia eólica por meio de uma fatia de 67% na Siemens Gamesa Renewable Energy.

A Siemens está dando 55% das ações da unidade a acionistas, na proporção de uma ação para cada dois papéis da Siemens. O fundo de pensão da Siemens ficará com 9,9% da empresa, enquanto a Siemens manterá uma participação direta de 35,1%.

A Siemens deve reduzir sua fatia em 12 e 18 meses após a listagem, mas não tem pressa para sair completamente do negócio. O fundo de pensão também deve se livrar de sua participação.

A Siemens manterá uma fatia de cerca de 25% na Siemens Energy, disse a fonte, para permitir uma transição suave e evitar interferências de terceiros.

Essa fatia, que permite vetar importantes decisões corporativas em assembleias gerais, deve ser mantida pela Siemens por pelo menos cinco anos, segundo a fonte.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Márcio Juliboni - 22/09/2020 - 12:35