Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Sindicato pede afastamento de conselho da Embraer na Justiça após fracasso em acordo com Boeing

03/07/2020 - 17:22
Embraer
A desistência da Boeing em comprar o controle da divisão de jatos comerciais da Embraer forçou a empresa a buscar novos caminhos  (Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos (SP) anunciou nesta sexta-feira abertura de processo para afastamento imediato do conselho de administração da Embraer (EMBR3), depois que o acordo de venda da principal unidade da empresa para a Boeing (BA) fracassou, em uma ação que a fabricante brasileira de aviões afirmou se tratar de “má fé”.

A desistência da Boeing em comprar o controle da divisão de jatos comerciais da Embraer forçou a empresa a buscar novos caminhos em meio à queda na demanda por viagens aéreas causada pelas medidas de isolamento social ao redor do mundo.

A Embraer afirmou que o sindicato “vale-se de insinuações infundadas e distorce informações de modo a confundir a opinião pública e os colaboradores da empresa.” A empresa informou ainda que não teve acesso ao requerimento apresentado pelo sindicato à Justiça.

O processo acusa o conselho da Embraer de ter permitido uma “espionagem” sobre os negócios da empresa ao deixar que engenheiros norte-americanos da Boeing trabalhassem na unidade de pesquisa e desenvolvimento da fabricante brasileira durante a época em que o acordo de venda da área de jatos comerciais parecia que iria de fato se materializar.

Espera-se que a legalização das apostas esportivas seja muito significativa aos impostos

O conselho da Embraer “opera criando perdas bilionárias e repassando o custo de sua incompetência para os trabalhadores”, afirma o sindicato no processo.

A Embraer afirmou que o sindicato “demonstra desconhecimento sobre a empresa e sua gestão”.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , , , ,

Última atualização por Renan Dantas - 03/07/2020 - 17:22

Pela Web