Soja: cai a ficha do mercado, cotação dispara mais US$ 0,32 e toca máxima de agosto 21

Giovanni Lorenzon
26/01/2022 - 16:36
Soja Agricultura Agronegócio
Seca que prejudicou produtividade da soja, quebrando forte a safra, não foi minimizada no pregão de hoje (Foto: ANeto)

O bushel da soja atingiu alta de US$ 0,32 na Bolsa de Chicago (CBOT), nesta quarta (26), quase na máxima de 10 de agosto de 2021.

Fechou em US$ 14,44, no março, que representou, também, mais 2,40% sobre a véspera.

Depois de alguma fraquejada pelas boas chuvas na Argentina, e expectativas de que chegassem ao Rio Grande do Sul, o mercado voltou a “assimilar as quebras no Brasil, com efeito também nos prêmios dos portos [em alta]”, segundo explica Adriano Gomes, da AgRural.

As chuvas que ameaçaram no estado mais prejudicado, depois do Paraná, com seca e calor, e com lavouras mais tardias, não foram uniformes neste mês.

De modo que a consultoria paranaense entende que caiu, para valer, a ficha do mercado. O último relatório do USDA, apontando 139 milhões de toneladas, bem acima das estimativas, ajudou a esfriar os preços.

Há alguns dias, a AgRural produziu levantamento de safra com projeção para 133,4 milhões de toneladas, após dois cortes seguidos.

Outra pesquisa está sendo processada nesta semana.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 26/01/2022 - 16:36

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto