Soja cai e milho sobe em Chicago antes de relatório da USDA

09/06/2021 - 18:11
Milho
Os futuros do milho para julho fecharam em alta de 10,75 centavos de dólar (Imagem: Pixabay)

Os contratos futuros da soja dos EUA recuaram 1,2% nesta quarta-feira, pressionados por realização de lucro e pelo enfraquecimento no mercado físico, antes da divulgação de um relatório mensal do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) segundo operadores.

Os futuros do trigo também tiveram queda em sua maioria após chuvas ao norte das Planícies dos Estados Unidos aliviarem preocupações com a estiagem.

O milho ficou firme, com ganhos nos contratos mais próximos superando os avanços dos mais distantes.

Os futuros do milho e da soja se recuperaram das mínimas das sessões, com previsões climáticas atualizadas para o Meio-Oeste dos EUA mostrando menos chuvas do que cenários anteriores.

“Durante o resto de junho nós iremos negociar cada previsão de clima”, disse Brian Hoops, presidente da Midwest Market Solutions. “Da noite para o dia ficou mais úmido, e então no meio do dia estava começando a ficar um pouco mais seco novamente”.

Os futuros do milho para julho fecharam em alta de 10,75 centavos de dólar, para 6,9075 dólares o bushel. Já o milho para dezembro de Chicago fechou com ganho de 0,25 centavo, para 6,0975 dólares o bushel.

A soja de Chicago para julho teve queda de 17,50 centavos de dólar, para 15,6250 dólares o bushel.

O trigo soft vermelho de inverno para julho caiu 2,75 centavos de dólar, para 6,8225 dólares o bushel.

O USDA divulga relatório de oferta e demanda na quinta-feira, com analistas esperando uma redução nos estoques de milho em meio à forte demanda Chinesa e uma seca que atingiu a safra brasileira.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 09/06/2021 - 18:11

Pela Web