Soja e milho avançam em Chicago por atrasos nas safras do Brasil; trigo se firma

23/02/2021 - 19:47
O contrato maio da soja fechou em alta de 21 centavos de dólar (Imagem? REUTERS/Dan Koeck)

Os contratos futuros da soja negociados em Chicago avançaram 1,6% nesta terça-feira, para o maior nível em mais de cinco semanas, por expectativas de que a colheita lenta no Brasil causará um estresse ainda maior à já apertada situação de oferta nos Estados Unidos, disseram operadores.

Os futuros do milho também subiram, atingindo uma máxima de duas semanas, já que o atraso na colheita da soja no Brasil coloca em risco o plantio da principal safra de milho do país. O trigo também terminou o dia com ganhos, após operarem em território negativo por grande parte da sessão.

O contrato mais ativo da soja superou a marca de 14 dólares por bushel, mas uma dose de realização de lucros foi observada depois que a cotação atingiu o mais alto patamar desde 15 de janeiro.

“As ofertas continuam atrasadas na América do Sul, e os EUA estão basicamente ficando sem estoques antes dos meses de verão (no Hemisfério Norte)”, disse Matt Zeller, diretor de informações de mercado da StoneX, em nota a clientes.

O contrato maio da soja fechou em alta de 21 centavos de dólar, a 14,0850 dólares por bushel.

O milho para maio avançou 2 centavos, para 5,5250 dólares/bushel, e o vencimento maio do trigo subiu 0,50 centavo, a 6,7025 dólares o bushel.

Última atualização por André Luiz - 23/02/2021 - 19:47

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web