Soja em ajuste por melhora do plantio nos EUA, recuo de outros grãos e insegurança do financeiro

Giovanni Lorenzon
25/05/2022 - 8:26
Soja, Trigo e Milho
Grãos testam baixas em Chicago neste início de manhã de quarta (Imagem: Pixabay)

A soja andou dos dois lados da tabela na terça, mas conseguiu fechar com ganhos, empurrada pela alta do farelo. Nesta quarta (25), está sentindo um pouco dos efeitos negativos não refletidos na véspera, e os fundos aproveitam para ajustes.

O USDA anunciou melhor andamento do plantio nos Estados Unidos, abaixo da média, mas bem melhor que na semana anterior.

E há uma nova sequência de quedas do trigo e milho também na Bolsa de Chicago (CBOT).

Em paralelo, as incertezas geradas em 3 meses de guerra na Ucrânia permanecem influenciando as commodities, bem como um cenário dos mercados financeiros que começou com o dólar no mercado internacional (DXY) em alta e os índices de ações americanas em baixa.

O contrato de julho da soja está sendo descontado em 0,50%, a US$ 16,84 o bushel, às 8h25 (Brasília).

Os outros grãos recuam  2,25%/US$ 11,28, no trigo, e 0,95%/US$ 7,64, no milho, ambos para julho igualmente.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 25/05/2022 - 9:27

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto