Soja tem alta volatilidade com Chicago testando de tudo um pouco; clima nos EUA deve marcar

08/07/2021 - 8:49
Soja no porto de Santos
Volatilidade marca o começo da quinta com a soja no mercado futuro (Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

Esta quinta (8) começou com os agentes testando tudo com a soja na bolsa de grãos de Chicago. Já transitou dos dois lados da tabela e ainda não tem um rumo muito definido, apesar de o novembro parecer se fixar em baixa de 0,37%, em US$ 13,21.

O mercado climático está no monitor, com as condições mais favoráveis no curto prazo para o grão americano.

Mesmo assim, na véspera, os cerca de 25 pontos de alta no vencimento de novembro vieram de recuperação com os fundos comprando sobre as baixas pesadas da véspera (menos 90 pontos), embora também houve quem visse essa alta depois da observação do USDA sobre a perda de qualidade da soja americana em apenas 1%.

Além da possiblidade de esse movimento seguir, mais comedidamente, entrou no radar notícia da Reuters que o USDA poderá reduzir pouco coisa a consolidação da safra brasileira 20/21, de 137 milhões de toneladas para 136,7 milhões.

Também o milho brasileiro deverá ter um corte, segundo essas fontes, de 98,5 milhões para 92,2 milhões/t, no relatório que será divulgado no próximo dia 12.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 08/07/2021 - 9:24

Cotações Crypto
Pela Web