Soja: USDA quebra as pernas do mercado e joga a cotação em alta acima de 2%

09/11/2021 - 16:15
Soja
Volume menor da soja americana surpreende e puxa as cotações (Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) literalmente quebrou as pernas de 10 entre 10 analistas nacionais e internacionais, que viram a soja disparar acima de 2% ao fechamento desta terça (9) em Chicago. Ficou em US$ 12,14 o janeiro, quando estava abaixo dos US$ 12 desde a véspera.

Quando há dias a oleaginosa vinha sob pressão, com todo mundo aguardando uma safra americana maior, o relatório desta tarde cortou a previsão para 120,45 milhões de toneladas, contra o mês anterior de 121,05 milhões/t.

Embora 600 mil/t parecem ser poucas, há também o fator demanda da China, com pouca força acumulada, como lembra Marcos Araújo, da Agrinvest, fazendo referência aos números: as exportações totais do país caíram 1,14 milhão/t sobre o mês passado.

“O câmbio também veio influenciando nos preços”, diz, por sua vez, o presidente da trading Safra Grãos, Alysson Dias.

Também o reporte apresentou uma leve redução na produção argentina de soja, mas manteve a do Brasil em 144 milhões/t.

Leia mais sobre: , , ,

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 09/11/2021 - 16:27

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web