Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Sony compra Insomniac, estúdio que fez videogame Spider-Man

20/08/2019 - 12:59
Aquisição da Insomniac pela Sony faz parte da estratégia da gigante japonesa para se manter competitiva por meio de desenvolvedores independentes de games (Imagem: Kiyoshi Ota/Bloomberg)

A Sony assinou a compra da Insomniac Games, estúdio de videogames responsável pelo Spider-Man, da Marvel, sucesso de vendas no ano passado. A aquisição faz parte da estratégia da gigante japonesa para se manter competitiva por meio de desenvolvedores independentes de games.

O estúdio, com sedes em Burbank, Califórnia, e Durham, Carolina do Norte, foi fundado há 25 anos pelo atual presidente, Ted Price. A parceria na produção de jogos para a Sony vem de longa data e inclui Ratchet & Clank (game de batalha em um ambiente de ficção científica) e o próprio Spider-Man, que vendeu mais de 13,2 milhões de cópias.

Os dados financeiros do acordo não foram divulgados.

O PlayStation da Sony continua sendo o console de videogame mais vendido no mundo. Mas como o resto do setor, enfrenta o sucesso global do Fortnite, da Epic Games, e a mudança mais ampla em favor de jogos gratuitos.

Apple, Facebook e Google também declararam intenção de aumentar a presença no segmento. E desenvolvedores tradicionais do ramo, como Electronic Arts, estão lançando serviços de assinatura, disponibilizando até seus produtos mais populares mediante pagamento de mensalidades.

A Sony agora opera 14 estúdios de videogame pelo mundo. Há muito tempo, os games de seus estúdios próprios só funcionam no PlayStation, da mesma forma que Microsoft e Nintendo fazem com suas plataformas.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Distribuição ampla

Em entrevista, Shawn Layden, responsável global pelos estúdios de games da Sony, explicou que os títulos exclusivos ainda farão parte da estratégia, mas que alguns jogos — especialmente aqueles para diversos jogadores e que são próprios para microcomputadores — podem ganhar distribuição mais ampla.

“Precisamos apoiar a plataforma PlayStation, isso é inegociável”, disse Layden. “Dito isto, lá na frente, alguns títulos sairão da minha coleção de estúdios que talvez precisem de uma base instalada maior.”

A Sony deve anunciar a quinta geração do PlayStation no futuro próximo. A atual versão foi lançada em 2013.

Última atualização por Diana Cheng - 20/08/2019 - 12:59