Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Sony limitará produção de PlayStation 5 em primeiro ano

16/04/2020 - 10:32
Jogo de Video Game
A empresa disse aos parceiros de montagem que fabricaria de 5 milhões a 6 milhões de unidades do PS5 no ano fiscal que termina em março de 2021 (Imagem: Pixabay)

A Sony planeja produzir muito menos unidades do futuro PlayStation 5 no primeiro ano em comparação ao volume fabricado do console da geração anterior, segundo pessoas a par do assunto.

A gigante de tecnologia de Tóquio limitará a produção inicial em parte porque espera que as especificações ambiciosas do PS5 afetem a demanda devido ao alto preço no lançamento, disseram as pessoas, que não quiseram ser identificadas.

A pandemia global de Covid-19 alterou os planos promocionais da Sony para o novo aparelho, mas não sua capacidade de produção, acrescentaram.

A empresa disse aos parceiros de montagem que fabricaria de 5 milhões a 6 milhões de unidades do PS5 no ano fiscal que termina em março de 2021, de acordo com outras pessoas envolvidas na cadeia de suprimentos do console. Quando a Sony lançou o PlayStation 4, em novembro de 2013, vendeu 7,5 milhões de unidades nos dois primeiros trimestres.

O preço mais alto do PS5 também pode reduzir a demanda inicial. Desenvolvedores de jogos que estão criando títulos para o próximo PlayStation antecipam que o preço fique entre US$ 499 e US$ 549.

Matthew Kanterman, da Bloomberg Intelligence, destaca que o aumento dos custos com componentes deve elevar o preço necessário para que a Sony consiga o ponto de equilíbrio. A Sony ainda não conseguiu tomar uma decisão sobre o preço do PS5 por causa da falta de componentes, informou a Bloomberg News.

Um porta-voz da Sony não quis comentar.

Segundo várias pessoas a par dos planos, a estratégia da Sony é se apoiar nos modelos do PlayStation 4 como ponte para atrair novos usuários para os serviços de rede da plataforma PlayStation, enquanto a oferta do PS5 permanecer limitada, disseram.

Atualmente, a Sony vende o PS4 por US$ 300 e o PS4 Pro de última geração por US$ 400. A empresa pode reduzir esses preços durante o lançamento do PS5 para conquistar novos assinantes para o programa PlayStation Plus e para o serviço de streaming de jogos PlayStation Now, disseram as pessoas.

O CEO da Sony, Kenichiro Yoshida, afirmou que a empresa tem como objetivo aumentar a receita recorrente em vez de compras únicas de hardware.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 16/04/2020 - 10:32

Pela Web