Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Surto de Covid em duas plataformas da Petrobras leva ao desembarque de 28 pessoas

08/01/2021 - 19:44
Plataforma da Petrobras, RJ
Procurada, a Petrobras confirmou apenas que ocorreram desembarques pontuais por suspeita de Covid-19 (Imagem: Reuters/Pilar Olivares)

Mais duas plataformas da Petrobras (PETR3; PETR4) na Bacia de Campos registraram surtos de Covid-19, levando ao desembarque de 28 pessoas de 26 de dezembro até a última quarta-feira, afirmou em nota nesta sexta-feira a Federação Única dos Petroleiros (FUP), com dados do Sindipetro-NF.

Na Bacia de Campos, de 26 de dezembro a 1º de janeiro, teriam sido desembarcados 14 trabalhadores da plataforma P-61, que opera no campo de Papa-Terra, que testaram positivo, segundo a FUP.

Além disso, a federação afirmou que na P-35, no campo de Marlim, outras 14 pessoas foram desembarcadas com suspeita da doença entre 4 de janeiro e a última quarta-feira.

Procurada, a Petrobras confirmou apenas que ocorreram desembarques pontuais por suspeita de Covid-19 nas plataformas citadas, mas não entrou em detalhes.

A Petrobras não comentou sobre eventual impacto na produção.

A petroleira reiterou ainda que sempre que um caso suspeito é identificado em unidade offshore, o colaborador com sintomas e todos os seus contactantes — mesmo que assintomáticos — desembarcam para teste em terra, com acompanhamento das equipes de saúde da Petrobras e orientação para isolamento.

“A companhia adota procedimentos robustos em todas as suas unidades desde o início da pandemia. Todas as ações têm base em evidências científicas e orientações de autoridades sanitárias”, afirmou a Petrobras, que destacou ter realizado mais de 450 mil testes para Covid-19 nos colaboradores de suas unidades próprias em todo o país.

Aumento de casos

Petrobras Plataformas de Petróleo
A estatal enfatiza que está reforçando as ações de prevenção ao coronavírus, inclusive com medidas adicionais (Imagem: Reuters/Pilar Olivares)

A FUP afirmou ainda que levantamento do Sindicato dos Petroleiros Unificado de São Paulo (Sindipetro-SP), com dados do Ministério de Minas e Energia, apontaram 1.605 novos casos de infecção entre trabalhadores da Petrobras, entre 3 de novembro de 2020 e 4 de janeiro de 2021.

“A quantidade de casos apontada pelo Sindipetro-SP mostra que o número registrado em dois meses já supera a soma de contaminação entre petroleiros registrada nos quatro primeiros meses da pandemia no Brasil“, afirmou a FUP, em nota.

Segundo a FUP, entre 26 de fevereiro (data da confirmação do primeiro caso da doença no país) e 29 de junho, foram confirmados 1.547 trabalhadores da Petrobras contaminados.

Em nota, a Petrobras frisou que diante do aumento no número de casos de Covid-19 em várias regiões do Brasil, a companhia está reforçando as ações de prevenção ao coronavírus, inclusive com medidas adicionais, como prorrogação do teletrabalho, novas ações de conscientização, dentre outras.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 08/01/2021 - 19:44

Cotações Crypto
Pela Web