AgroTimes

Suzano (SUZB3): Aquisição de 15% da Lenzing pode melar uma possível oferta pela International Paper?

12 jun 2024, 15:21 - atualizado em 12 jun 2024, 15:33
suzano suzb3 (2)
Para analistas de Genial, Suzano precisaria manter todo recurso possível em caixa para realizar a aquisição da International Paper (Imagem: YouTube/Suzano)

Como você viu aqui no Money Times, a Suzano (SUZB3) perdeu R$ 16,48 bilhões em valor de mercado de 6 de maio até 5 de junho após a notícia sobre uma possível oferta de US$ 15 bilhões (R$ 79 bilhões, no câmbio atual) pela International Paper (IP), há cerca de um mês.

Após isso, o BTG Pactual destacou que a Suzano passou a negociar como a produtora de celulose mais descontada do mundo, na expectativa da confirmação da operação com a IP.

Pois nesta quarta-feira (12) a Suzano de fato anunciou uma aquisição, mas não a esperada pelo mercado.

A empresa fechou a compra de 15% de participação na Lenzing, em um negócio que marca a entrada efetiva da gigante brasileira de papel e celulose no ramo têxtil. O negócio gira em torno de 229,9 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão na cotação atual).

  • LEIA TAMBÉM: Essa é a melhor ação do agro para se ter na carteira nesse momento, segundo os analistas da Empiricus Research

As ações da Suzano (SUZB3) reagem em leve alta de 0,35% hoje na B3, cotadas a R$ 49,09. Lembrando que a bolsa como um todo hoje tem um pregão negativo.

De acordo com o Itaú BBAo negócio com a Lenzing é pequeno para a Suzano, mas abre possibilidades mais a frente, para entender melhor a estrutura do mercado antes de tomar uma decisão mais ousada de ficar com o controle da companhia.

Pelo acordo, a Suzano tem direito a duas cadeiras no conselho de administração da Lenzing, além da possibilidade de comprar uma participação adicional de 15% de ações como parte de uma oferta pública de aquisição obrigatória pelas demais ações da companhia.

Possível compra da International Paper pela Suzano pode melar?

Na avaliação da Genial Investimentosa aquisição de hoje é de porte pequeno e não compromete muito a realidade da alavancagem da Suzano.

No entanto, para os analistas, a Suzano precisaria manter todo recurso possível em caixa para usar em uma possível oferta de compra para a IP.

“O mercado pode ter mais dúvidas sobre a alocação de capital neste momento, o que pode a vir a ser negativo para as ações. Nos parece que há algumas sinergias, mas são pequenas, ao primeiro olhar”, disseram.



Para Ilan Arbetman, analista da Ativa Investimentos, não dá para descartar a transação pela IP, principalmente pela diferença de valores envolvidos.

“São duas operações de tamanhos diferentes, e atualmente a IP está em processo de fusão DS Smith (maior companhia de embalagens da Europa), sendo que o que foi veiculado é que a oferta da Suzano pela IP teria como clausula que ela desistisse desse negócio com a DS Smith”, diz.

Em termos operacionais, Arbetman enxerga a Suzano em busca de uma diversificação do uso da sua celulose. “A compra de hoje representa um potencial cliente da sua celulose para fins têxteis. O que dá para relacionar entre os acordos, é que a Suzano pode, além da diversificação, fazer um teste, já que grande parte da celulose para fibra têxtil vem da celulose de fibra longa, que é o principal produto da IP, enquanto a Suzano é a maior produtora global de fibra curta, o que explica um pouco da desconfiança do mercado no acordo”.

Procurada pelo Money Times, a Suzano não respondeu ao pedido de entrevista até a publicação desta matéria.

Repórter
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, também participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil e do Agro em Campo.
Linkedin
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, também participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil e do Agro em Campo.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.