Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Vitreo DTVM

Taesa quer aproveitar espaço para consolidação em transmissão de energia, diz CEO

12/11/2020 - 12:44
TAEE11 Taesa
“A Taesa é uma empresa consolidadora no setor de transmissão. E ainda tem bastante oportunidade”, avalia o CEO interino da companhia (Imagem: Facebook/Taesa)

A transmissora de energia Taesa (TAEE11) pretende expandir suas operações e para isso buscará aproveitar oportunidades que devem surgir à medida que a indústria tende a se tornar mais consolidada e focada em grupos mais especializados nos próximos anos, disse nesta quinta-feira o presidente da companhia.

Na véspera, a companhia elétrica divulgou lucro líquido de 631,9 milhões de reais no trimestre encerrado em setembro, com alta de 76,6% na comparação ano a ano, enquanto analistas projetavam em média ganho de 225,40 milhões, segundo dados da Refinitiv.

“A Taesa é uma empresa consolidadora no setor de transmissão. Então assim eu acredito que nossa estratégia, que temos traçada no momento… é continuar crescendo no setor de transmissão. E ainda tem bastante oportunidade”, disse o CEO interino da empresa, Marco Antônio Faria.

Ele comentou ainda que um leilão de concessões para novos projetos de transmissão em 17 de dezembro deve ter a presença de menos empresas que os últimos do setor, devido a novas regras definidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que visam restringir a venda de empreendimentos ainda não concluídos.

“Existem mudanças na regulação que podem dificultar alguns players de entrar o negócio. Então o negócio está se tornando cada vez mais consolidado, para quem tem experiência. Para quem gosta, como a Taesa, do setor de transmissão… vejo isso para a gente como um cenário muito importante daqui pra a frente.”

A nova regra imposta pela Aneel para o leilão tem potencial de reduzir a participação de fundos de investimentos e empresas de engenharia e construção, que muitas vezes vinham participando das disputas com a intenção de negociar os ativos posteriormente, segundo especialistas.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 12/11/2020 - 12:44