Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Te cuida, Santander: Bradesco pode retomar vice-liderança

01/11/2018 - 9:59
(Foto: Bradesco)

O Bradesco (BBDC4) registrou um aumento de 13,7% no lucro do terceiro trimestre sobre o mesmo período do ano anterior, informou nesta quinta-feira o segundo maior banco privado do país, mas o resultado ficou um pouco abaixo da estimativa de analistas. O lucro líquido recorrente  somou R$ 5,471 bilhões de reais no terceiro trimestre, 0,7% menor que a estimativa média de analistas de R$ 5,508 bilhões de reais.

Ainda assim, a equipe de analistas do Credit Suisse viu o balanço com bons olhos e como “o ponto de virada que estávamos esperando”.  Segundo eles, o crescimento sequencial positivo nos empréstimos mostra um importante ponto de inflexão, sendo mais notável o livro de pequenas e médias empresas, que cresceu sequencialmente pelo segundo trimestre consecutivo.

Para o BTG Pactual, o balanço confirma as expectativas de que o Bradesco será o grande banco com a mais forte expansão sequencial no lucro. “Mas o mais importante é que a receita líquida com juros cresceu 4% na passagem trimestral e os créditos em atraso caíram 30 pontos-base, a melhor relação entre a margem de juros contra os créditos em atraso mostrado até agora por qualquer banco no terceiro trimestre”, pontuam.

O relatório vai ainda mais longe e explica que este trimestre traz o que os investidores estavam esperando há algum tempo. “Em um cenário em que o PIB do Brasil se recupere, tendemos a acreditar que a rentabilidade (retorno sobre o Patrimônio Líquido) do Bradesco tenha espaço para se expandir e reduzir a diferença para o seu principal concorrente, o Itaú (ITUB4). Poderia também recuperar a segunda posição de rentabilidade recentemente perdida para o Santander (SANB11)”, destacam.

Veja o balanço:

(Com Investing.com)

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Gustavo Kahil - 01/11/2018 - 9:59