Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Tem muito diamante no mercado e poucos compradores, aponta estudo

11/12/2019 - 9:24
Diamante Tiffany
O financiamento de bancos para intermediários do setor deve continuar a cair em 2020 (Imagem: Unsplash/@__drz__)

O excesso de oferta que achata os preços no mercado de diamantes deve durar mais um ano, segundo a consultoria Bain & Co.

Os estoques acumulados provavelmente serão reduzidos no início de 2020, mas o mercado levará algum tempo para se recuperar completamente, disse a Bain em relatório divulgado na quarta-feira.

O financiamento de bancos para intermediários do setor – que compram gemas brutas para cortar e polir – deve continuar a cair em 2020, disse a consultoria.

Oferta de diamantes não estão caindo rápido suficiente

Produção global em milhões de carats (unidade de massa igual a 200 mg)

“A primeira e mais forte oportunidade do setor para se reequilibrar e retomar o crescimento será 2021”, disse a Bain, acrescentando que a oferta poderia cair 8% naquele ano.

A indústria de diamantes enfrenta um excesso de oferta que reduz os preços e as margens de lucro. Com a menor oferta de crédito, os intermediários têm maior dificuldade para obter ganhos.

Na terça-feira, a De Beers reduziu o plano de expansão de produção de diamantes nos próximos dois anos, o que sugere que as maiores mineradoras estão respondendo à fraca demanda.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Gustavo Kahil - 11/12/2019 - 9:24