Tempo Real

Tempo real: Ibovespa (IBOV) fecha em alta aos 128 mil pontos após inflação dos EUA elevar apostas de cortes nos juros pelo Fed

11 jul 2024, 7:00 - atualizado em 11 jul 2024, 17:15
ibovespa-ações -bolsa-b3 tempo real
Acompanhe o Ibovespa e os mercados em Tempo Real. (Imagem: REUTERS)

RESUMO DO DIA: O Ibovespa (IBOV) acompanhou a ‘surpresa’ positiva do exterior e estendeu os ganhos nesta quinta-feira (11).

O principal índice da bolsa brasileira fechou com alta de 0,85%, aos 128.293,61 pontos. Com avanço pela nona sessão consecutiva, o índice registrou a maior sequência de ganhos desde fevereiro de 2018. 

O dólar à vista (USDBRL) interrompeu a pequena sequência de quedas e terminou o dia com alta de 0,55%, a R$ 5,4426.

Por aqui, os investidores repercutiram o avanço das vendas no varejo em maio acima das expectativas.

Mas as atenções se concentraram mais uma vez no exterior. O tom positivo foi impulsionado pela desaceleração da inflação nos Estados Unidos.O Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) de junho surpreendeu o mercado e registrou deflação de 0,1% no mês ante maio, enquanto era esperado uma alta de 0,1%. Na base anual, a inflação subiu 3%.

O núcleo do CPI, que exclui itens mais voláteis como energia e alimentos, subiu 0,1% na base mensal, abaixo do consenso do mercado de alta de 0,2%. Na base anual, o núcleo da inflação subiu 3,3%.

Embora não seja o indicador inflacionário preferido do BC norte-americano, ele ajuda o mercado a ajustar as apostas sobre o futuro da taxa de juros. Em reação, o mercado aumentou as apostas de redução nos juros para quase 90% em setembro e passou a enxergar até três cortes pelo Fed até dezembro deste ano.

Confira os principais temas do Ibovespa e dos mercados nesta quinta-feira (11) em tempo real



Energisa (ENGI11): BNDES vende 11,5 milhões de units da empresa
Energisa
De acordo com o BNDES, as operações de venda não objetivam a alteração do controle acionário. (Imagem: Youtube/Energisa)

A Energisa (ENGI11) informou nesta quinta-feira (11) que o BNDES vendeu, de 12 de março a 10 de julho, 11,5 milhões de units de emissão da companhia.

Com isso, a instituição, por meio do BNDESPar, passou a deter cerca de 34,9 milhões de units da Energisa. Cada unit é composta por uma ação ordinária e quatro ações preferenciais da companhia.

Leia mais.

MPF pede à Justiça extradição de ex-CEO da Americanas Miguel Gutierrez
Gutierrez foi alvo de um mandado de prisão emitido pela 10ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro em junho. (Reprodução)

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou à 10ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro a extradição do ex-presidente-executivo da Americanas Miguel Gutierrez, alvo de uma operação da Polícia Federal que apura a sua participação e a de outros ex-executivos da varejista em uma fraude bilionária.

Os procuradores justificaram no pedido, datado de quarta-feira, que o requerimento é necessário na medida que, caso negada a extradição, “abre-se a possibilidade de processamento do requerido no Reino da Espanha”, isto é, a possibilidade de ser processado e julgado no Estado requerido, neste caso a Espanha, onde reside atualmente.

Leia mais.

B3 (B3SA3) volta a registrar queda no número de investidores
ações ibovespa
O número de investidores (CPFs individuais) caiu 3,9% em um ano. (Imagem: Divulgação/B3)

A B3 (B3SA3) informou nesta quinta-feira (11) que o volume financeiro médio diário total em ações caiu 21,4% em um ano, a R$ 23,9 bilhões em junho – em comparação ao mês anterior, a baixa foi de 3%.

O número de investidores (CPFs individuais) caiu 3,9% em um ano e 0,2% na base mensal, chegando a 5,109 milhões. Em maio, a empresa já havia registrado baixa, de 3,3% na comparação com o mesmo período de 2023. 

Leia mais.

Direcional (DIRR3): Vendas líquidas atingem recorde de R$ 1,6 bi no 2T24; veja prévia operacional
direcional dirr3
O Grupo Direcional reportou geração de caixa de R$ 219 milhões no 2T24 (Foto: Flávya Pereira/Money Times)

A Direcional (DIRR3) comunicou nesta quinta-feira (11) que reportou um recorde nas suas vendas líquidas do 2T24, em R$ 1,6 bilhão, 68% acima do 2T23. Nos primeiros seis meses de 2024 (1S24), as vendas líquidas alcançaram R$ 2,9 bilhões.

Assim como havia ocorrido no 1T24, como consequência do forte volume observado em termos de Vendas Líquidas, a Velocidade de Vendas consolidada – medida pelo indicador VSO (Vendas Líquidas Sobre Oferta) – acelerou significativamente no 2T24, atingindo 26%, superando em 470 bps a VSO do trimestre anterior e em 890 bps a VSO do mesmo trimestre de 2023.

Leia mais.

Tenda (TEND3): Preços sobem e engordam vendas no 2T24; veja destaque da prévia
tenda construtora imóveis setor imobiliário
Segundo a empresa, os números do trimestre foram puxados pelo aumento do preço médio por unidade (Foto: Tenda/Divulgação)

A Tenda (TEND3), ação de destaque no mês de julho, com disparada de 24% em pouco menos de 10 sessões, encerrou o segundo trimestre com vendas de líquidas de R$ 907 milhões, alta de 24% em relação ao mesmo período do ano passado, mostra prévia operacional enviada ao mercado nesta quinta-feira (11).

No período, o valor geral de venda (VGV) totalizou R$ 830 milhões, com preço médio de R$ 226,5 mil, e velocidade sobre a oferta líquida (“VSO Líquida”) de 32,7%, alta de 6,4 pontos percentuais.

Leia mais.

Camil (CAML3) vê lucro líquido crescer 22,6%, para R$ 78,5 milhões no 1T24
camil caml3 (3)
A receita líquida da companhia ficou em R$ 2,9 bilhões, crescimento de 9% ante o 1T23; confira os números da Camil (Imagem: Facebook/Camil)

A Camil (CAML3) reportou seus resultados referentes ao primeiro trimestre de 2024 (1T24), de março a maio, nesta quinta-feira (11). A empresa viu seu lucro líquido crescer 22,6% na comparação com 1T23, para R$ 78,5 milhões.

Já o Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 254,5 milhões, incremento de 28,2% na comparação com o mesmo trimestre do ano passado.

Leia mais.

Calendário de resultados do 2T24: Veja as datas e horários dos balanços das empresas da B3
resultados do 2T24
Temporada de resultados do 2T24 começa no meio de julho (Imagem: Getty Images Pro/Canva Pro)

Mais uma temporada de resultados das empresas listadas na Bolsa brasileira vem aí. A divulgação dos balanços do segundo trimestre de 2024 (2T24) vai até meados de agosto.

A Romi (ROMI3) abre a temporada com a divulgação dos seus números na próxima quarta-feira (17). Mas é apenas no fim de julho e início de agosto que o calendário ganha fôlego, quando a maioria das empresas reportam seus balanços.

Leia mais.

Telefônica Vivo (VIVT3): Morgan Stanley eleva recomendação e vê potencial de alta de 26% para as ações listadas em NY
vivo desktop ações compra
(Imagem: REUTERS/Nacho Doce)

Analistas do Morgan Stanley elevaram a recomendação das ações da Telefônica Brasil (VIVT3), que opera sob a marca Vivo, de equal-weight (equivalente a neutra) para overweight  (equivalente a compra), de acordo com relatório enviado a clientes nesta quinta-feira (11).

O banco tem preço-alvo de US$ 11 para os papéis listados nos Estados Unidos (ADRs), o que representa uma potencial valorização de 25,6% em relação ao fechamento anterior (US$ 8,74).

Leia mais.

Taxas de DIs longas caem após dados de inflação nos EUA

As taxas dos DIs fecharam em queda, em especial entre os contratos mais longos, com a curva brasileira reagindo por um lado à baixa dos rendimentos dos Treasuries, após dados de inflação mais favoráveis nos EUA, e por outro ao avanço do dólar ante o real, na contramão da queda da divisa norte-americana no exterior.

Entre os contratos mais curtos, as taxas terminaram muito próximas da estabilidade.

No fim da tarde a taxa do DI (Depósito Interfinanceiro) para janeiro de 2025 — que reflete a política monetária no curtíssimo prazo — estava em 10,55%, ante 10,528% do ajuste anterior. Já a taxa do DI para janeiro de 2026 estava em 11,08%, ante 11,072% do ajuste anterior, enquanto a taxa para janeiro de 2027 estava em 11,295%, ante 12,311%.

Entre os contratos mais longos, a taxa para janeiro de 2031 estava em 12,71%, ante 11,763%, e o contrato para janeiro de 2033 tinha taxa de 11,73%, ante 11,772%.

Na agenda do dia, o dado mais aguardado pelos investidores era o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos.

*Com informações de Reuters

Cyrela (CYRE3) desacelera nos principais indicadores do 2T24; veja prévia
Cyrela construção civil construtora incorporadora dividendos
A velocidade de vendas, por outro lado, subiu 4,5 pontos percentuais, para 52,6% (Foto: Flávya Pereira/Money Times)

A Cyrela (CYRE3) vendeu R$ 2,3 bilhões no segundo trimestre de 2024, queda de 5% em relação ao mesmo período do ano passado, mostra prévia operacional enviada ao mercado nesta quinta-feira (11).

Excluindo unidades permutadas, as vendas recuaram 6%, para R$ 1,71 bilhão.

Leia mais.

Tim (TIMS3) sobe mais de 4% e Isa Cteep (TRPL4) lidera perdas; confira as maiores altas e quedas do Ibovespa nesta quinta (11)

Confira as maiores altas do Ibovespa hoje:

  • Tim (TIMS3): +4,10%, a R$ 16,76
  • Rumo (RAIL3): +3,40%, a R$ 23,11
  • Braskem (BRKM5): +3,27%, a R$ 19,27
  • Telefônica Vivo (VIVT3): +3,27%, a R$ 49,00
  • Santander (SANB11): +3,25%, a R$ 28,61

Confira as maiores quedas do Ibovespa hoje:

  • ISA Cteep (TRPL4): -1,53%, a R$ 27,10
  • Alpargatas (ALPA4): -1,48%, a R$ 9,29
  • Hypera (HYPE3): -1,44%, a R$ 28,79
  • Totvs (TOTS3): -1,13%, a R$ 29,84
  • Sabesp (SBSP3): -0,90%, a R$ 84,33
Ibovespa (IBOV) fecha em alta pela 9ª vez consecutiva e tem maior sequência de ganhos desde 2018; dólar sobe a R$ 5,44
ibovespa ibov feriado
(Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

O Ibovespa (IBOV) estendeu mais um dia de ganhos, sem nenhuma queda em junho. O principal índice da bolsa brasileira encerrou com avanço de 0,85%, aos 128.293,61 pontos. 

Com a nona alta consecutiva, o Ibovespa registrou a maior série positiva desde fevereiro de 2018.

Leia mais.

**Ibovespa renova maior sequência de ganhos desde fevereiro de 2018
**Ibovespa fecha com alta de 0,85%, aos 128.293,61 pontos
Dólar à vista interrompe sequência de quedas e sobe a R$ 5,44 — na contramão do exterior
Dólar, Mercados, Economia, Federal Reserve, CPI, EUA
(Imagem: REUTERS/Dado Ruvic)

O dólar à vista (USDBRL) interrompeu a pequena sequência de quedas e ganhou força em relação ao real, em ajuste técnico.

A moeda norte-americana encerrou as negociações desta quinta-feira (11) a R$ 5,4426, com alta de 0,55%. 

Leia mais.

**Bolsas de NY fecham sem direção única

Com a desaceleração da inflação e a elevação das apostas de cortes dos juros nos Estados Unidos a partir de setembro, as bolsas de Nova York fecharam sem direção única.

S&P 500 e Nasdaq, que fecharam nas máximas históricas na véspera, recuaram com movimento de reação das ações de tecnologia.

Confira o fechamento dos índices de Nova York:

  • S&P 500: -0,88%, aos 5.584,54 pontos;
  • Dow Jones: +0,08%, aos 39.753,75 pontos;
  • Nasdaq: -1,95%, aos 18.283,41 pontos.
**Dólar à vista fecha com alta de 0,55%, a R$ 5,4426
Contratos futuros do milho, soja e trigo se recuperaram antes de dados do USDA
soja milho (2)
Clima estável e pressão de uma perspectiva ensolarada para a safra global derrubou preços da soja e milho na quinta-feira (Imagem: REUTERS/Valentyn Ogirenko)

Os futuros de trigo, milho e soja de Chicago recuperaram terreno nesta quinta-feira (11), após as perdas dramáticas de ontem, com os investidores cobrindo posições vendidas antes do relatório de oferta e demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, previsto para ser divulgado na sexta-feira (12).

O clima não ameaçador no Centro-Oeste dos EUA, bem como a pressão de uma perspectiva ensolarada para a safra global, derrubou muitos contratos de milho e soja da bolsa de Chicago (CBOT) para mínimas históricas na quarta-feira.

Leia mais.

**Ibovespa bate máxima aos 128.309,96 pontos, com alta de 0,86%
Cury (CURY3) apresenta números fortes e supera expectativas; é hora de comprar?
cury-foto-divulgacao
Por volta das 16h15 os papéis da Cury desvalorizavam 0,82%, sendo negociado a R$ 21,77. (Foto: Cury/Divulgação)

A Cury (CURY3) relatou outro conjunto de fortes números operacionais neste segundo trimestre de 2024, superando as expectativas de grande parte do mercado. Desta forma, as principais instituições reiteram a recomendação de compra nos papéis da companhia, afirmando que os ativos negociam a um prêmio em relação aos seus pares.

Apesar da animação dos analistas com os bons resultados, as ações da companhia estavam em queda nesta quinta-feira (11). Por volta das 16h15 os papéis da Cury desvalorizavam 0,82%, sendo negociado a R$ 21,77.

Leia mais.

Imposto do pecado: perdoe-os, Senhor, eles não sabem o que consomem
imposto do pecado reforma tributária
Para advogado especializado em direito do agronegócio, imposto do pecado contará com avaliação de “especialistas de ocasião” (Imagem: Freepik/jcomp)

Dentre as inovações da reforma tributária aprovada em 2023 com a promulgação da Emenda Constitucional (EC) nº. 132, a que mais causou controvérsia foi a criação do imposto federal incidente sobre a “produção, extração, comercialização ou importação de bens e serviços prejudiciais à saúde ou ao meio ambiente, nos termos de lei complementar” (art. 153, VIII da Constituição Federal – CF/88), o denominado Imposto Seletivo (IS) ou, para os mais criativos, o “Imposto do Pecado”.

Tal inovação veio acompanhada da inserção dos §§ 3º e 4º no artigo 145 da CF/88, que trata dos Princípios Gerais do Sistema Tributário Nacional, já que desde 1988 os impostos (espécie do gênero tributos) são guiados pelo princípio da capacidade econômica do contribuinte (art. 145, § 1º), mas com o advento da EC nº. 132/23, tal Sistema passou a guiar-se também pelos “princípios da simplicidade, da transparência, da justiça tributária, da cooperação e da defesa do meio ambiente” (art. 145º, § 3º), cujas alterações legislativas deverão buscar “atenuar efeitos regressivos” (art. 145, § 4º).

Leia mais.

Eletrobras (ELET3) ainda tem lenha para queimar; XP vê potencial de alta de 49%
eletrobras
XP Investimentos reitera recomendação de compra para Eletrobras (Imagem: REUTERS/Brendan McDermid)

A XP Investimentos atualizou suas estimativas para Eletrobras (ELET3), visando incorporar a visão mais recente sobre os preços de energia e os últimos resultados da companhia, que recentemente completou aniversário de dois anos da privatização.

A casa mantém sua recomendação de compra para a ex-estatal, com preço-alvo de R$ 57/ação, um potencial de valorização de 49% para ELET3 em relação ao fechamento de quarta-feira (10).

Leia mais.

Banco do Brasil (BBAS3): O temor do Santander em relação aos resultados do 2T24
banco-do-brasil
O Santander sustenta que a estatal pode alcançar um crescimento saudável com um valuation muito interessante (Imagem: Renan Dantas/Money Times)

Apesar de otimista em relação aos resultados do Banco do Brasil (BBAS3), o Santander guarda alguns temores com os números do segundo trimestre.

Os analistas Henrique Navarro, Arnon Shirazi e Anahy Rios afirmam que alguns fatores podem levar o mercado a acreditar que o segundo trimestre foi de baixa qualidade, pressionando os papéis na bolsa. Os pontos de atenção são:

Leia mais.

Petróleo fecha em alta com dólar fraco e corte nos juros dos Estados Unidos no radar
petróleo o que está acontecendo com a commodity brasil economia eua
(Imagem: Pixabay)

O petróleo encerrou as negociações nesta quinta-feira (11) em alta. Na continuidade do ritmo de ganhos da véspera, a commodity avançou em meio ao enfraquecimento do dólar no mercado internacional com perspectivas de que o Federal Reserve (Fed) inicie o afrouxamento monetário até o fim do ano.

Os contratos mais líquidos do petróleo Brent, referência para o mercado internacional, com vencimento em setembro, terminaram o dia com alta de 0,38%, a US$ 85,40 o barril, na Intercontinental Exchange (ICE), em Londres.

Leia mais.

**Altas das ações da PDG (PDGR3) tocam 39%, a R$ 0,25, na máxima
Tesla (TSLA): Por que as ações da montadora caem 7% nesta quinta
tesla ações despencam o que aconteceu
Decisão de adiar lançamento de carro autônomo gera incertezas com relação a investimentos da Tesla (Imagem: Unsplash/Milan Csizmadia)

As ações da Tesla (TSLA) recuavam 7%, a US$ 244,74, às 14h51 desta quinta-feira (11), com o anúncio de que a companhia irá adiar novamente o lançamento do “RoboTaxi”, o carro autônomo da empresa. Agora, a previsão para o lançamento passa de agosto para outubro deste ano.

A queda marca uma interrupção na sessão de ganhos que, após 11 pregões, fez com que as ações fossem impulsionadas em 44%, segundo a Bloomberg.

Leia mais.

**PDG (PDGR3) volta ao leilão após alta de 38,89%, a R$ 0,25
Yara busca aprovação do Cade para venda de ativos de fertilizantes NPK
yara fertilizantes
O movimento reflete o reposicionamento estratégico da Yara no Brasil, seu principal mercado fora da Europa, de acordo com analistas. (Foto: Reuters/Victoria Klesty)

A Yara está buscando a autorização do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para vender ativos e direitos relacionados à produção e venda de fertilizantes NPK líquidos para uma empresa brasileira, um movimento para se manter competitiva em um mercado-chave para a empresa sediada em Oslo.

A Yara e a FassAgro, que quer comprar os ativos, não responderam imediatamente a um pedido de comentário sobre os detalhes da transação proposta, que foi reportada pela primeira vez pelo jornal Valor Econômico na quinta-feira e notificada ao órgão antitruste no final de junho.

Leia mais.

Carrefour (CRFB3) sobe quase 3%, a R$ 10,71

Carrefour (CRFB3) opera entre as maiores altas durante todo o pregão com a perspectiva de que a companhia deve ter resultados fortes no segundo trimestre. Na avaliação do Bradesco BBI, a varejista vai ultrapassar o Assaí (ASAI3) pela primeira vez desde o terceiro trimestre de 2022.

“Espera-se que um aumento de aproximadamente R$8 bilhões nas receitas do Carrefour , juntamente com melhorias de eficiência no segundo semestre de 2024 e em 2025, potencialize a alavancagem operacional, resultando em um lucro líquido expressivo de R$2 bilhões em 2025, em comparação com R$1 bilhão em 2024”, escreveram os analistas Felipe Cassimiro, Pedro Pinto, Renan Sartorio e João Andrade, que assinaram o relatório do banco.

Ouro sobe e fecha no nível mais alto desde maio

Após o CPI de junho dos Estados Unidos consolidar as apostas de corte nos juros pelo Federal Reserve na reunião de setembro, o ouro avançou e fechou no nível mais elevado desde maio.

Os contratos mais líquidos do ouro, para agosto, terminaram as negociações com alta de 1,77%, a US$ 2.421,90 a onça-troy na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

Telefônica Vivo (VIVT3) tem alta de 3% com elevação de recomendação do Morgan Stanley

As ações da Telefônica Vivo (VIVT3) registram alta de 3,03%, a R$ 48,89.

O movimento positivo acontece após o Morgan Stanley elevar a recomendação para os ADRs da companhia negociados em Nova York de neutro para compra.

Nubank (ROXO34) pode chegar perto de triplicar participação em mercado brasileiro, segundo Goldman Sachs
nubank goldman sachs
Expectativa é de que banco digital quase triplique a participação no mercado de empréstimos para varejistas no Brasil (Imagem: Divulgação/Nubank)

O Goldman Sachs reafirmou a recomendação de “compra” para as ações do Nubank (ROXO34), com a expectativa de que a empresa pode quase triplicar a sua participação no mercado de empréstimos para varejistas no Brasil, de 4% em 2023 para 11% em 2028.

De acordo com o relatório, assinado por Tito Labarta, Tiago Binsfeld, Beatriz Abreu e Lindsey Shema, a expectativa também é de crescimento para os mercados mexicanos e colombianos. O potencial de crescimento para as ações é de 29%.

Leia mais.

Fundos imobiliários são donos da maior parcela de edifícios de alto padrão em SP e RJ; entenda
fundos imobiliários - são paulo
O eixo SP-RJ, os FIIs detêm de 25% dos atuais 6,72 milhões de metros quadrados de área locável do segmento (Imagem: Getty Images/ Canva Pro)

Atualmente, os fundos de investimentos imobiliários negociados na B3 possuem grande parte dos edifícios de alto padrão nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. Considerando o eixo SP-RJ, os FIIs detêm de 25% dos atuais 6,72 milhões de metros quadrados de área locável do segmento.

Segundo o levantamento realizado pela Newmark, consultoria do setor imobiliário, as demais áreas locáveis de ambas as cidades pertencem também aos investidores internacionais, com uma fatia de 18% e, em seguida, estão as incorporadoras, com 13%, cerca de 870 mil metros quadrados.

Leia mais.

Reforma tributária: agronegócio sai vitorioso no cabo de guerra dos impostos; confira
reforma tributária agronegocio
Presidente da bancada ruralista ressaltou que todos os pleitos defendidos pelo agronegócio foram atendidos na reforma tributária (Foto: Fabiano Bastos)

Na noite de ontem (10), a Câmara dos Deputados aprovou o texto-base do primeiro projeto que regulamenta a reforma tributária.

Entre as principais mudanças, está o fim do Programa de Integração Social (PIS), a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins), o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o Imposto sobre Serviços (ISS) e, parcialmente, o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Leia mais.

Americanas (AMER3) avança pelo 6º pregão consecutivo

As ações da Americanas (AMER3), negociadas fora do Ibovespa, operam em alta pelo sexto pregão consecutivo, mas ainda com cotação abaixo de R$ 1.

AMER3 sobe 2,63%, a R$ 0,78.

Os papéis ainda repercute o aval da Superintdência-Geral do Cade para a entrada de bancos credores — Bradesco, BTG Pactual e Santander — no capital da empresa. A aprovação foi anunciada na última segunda-feira (8).

Inter (INBR32) sobe 2% com troca de CEO

As ações do Inter (INBR32) opera em alta de 2,63%, a R$ 34,79.

O movimento de avanço deve-se ao anúncio de Alexandre Riccio como CEO das suas operações no Brasil e substituirá João Vitor Menin — que assumiu o cargo de CEO global.

Riccio está no Inter há mais de 10 anos e ocupou diversos cargos, contribuindo na construção do Super App Financeiro com mais de 32 milhões de clientes. Antes, ele ocupava a vice-presidência do Inter.

**Dólar à vista tem máxima a R$ 5,4506, com alta de 0,70%
**Dólar para agosto tem máxima a R$ 5,4605, com alta de 0,56%
MRV (MRVE3): Por que ação ainda pode dobrar de preço, segundo analistas
MRV ações balanço 1T24 MRVE3 construtora incorporadora construção civil
MRV (Foto: Flávya Pereira/Money Times)

A MRV (MRVE3) publicou sua prévia operacional do segundo trimestre de 2024 com resultados que agradaram analistas por um lado, mas que mostraram sinais ainda preocupantes de outro. No ano, o papel tem dificuldade de avançar, acumulando queda de 33%. Além das questões operacionais (o mercado ainda pune a empresa por conta da sua constante queima de caixa), o cenário macro não ajuda, já que a imobiliária é altamente exposta aos juros.



Do lado da venda e dos lançamentos, o investidor não teve o que reclamar. A empresa lançou R$ 2,2 bilhões, aumento de 74% em base anual e de 40% no trimestre, um recorde. Além disso, a companhia vendeu R$ 2,5 bilhões, disparada de 14% no ano. Já o ticket médio de vendas foi de R$ 245 mil (crescimento de 10% em base anual e 2% no trimestre) e da Sensia R$ 597 mil (1% maior em base anual e 3% no trimestre).

Leia mais.

**Petróleo volta a subir, com WTI para agosto em +0,50%, a US$ 82,51, e Brent para setembro em alta de 0,33%, a US$ 84,36
**Dólar à vista tem máxima a R$ 5,4401, com alta de 0,51%
**Dólar para agosto tem máxima a R$ 5,4500, com alta de 0,37%
GOL e Azul iniciam venda de voos compartilhados; veja como vai funcionar
Gol, passagens
Azul e GOL possuem cerca de 1.500 decolagens diárias.  (Imagem: Pixabay/blende12 )

As companhias aéreas GOL (GOLL4) e Azul (AZUL4) disponibilizam a partir desta quinta-feira (11) a venda de passagens aéreas de forma conjunta de 40 rotas não sobrepostas, com previsão para adição de outras ao longo das próximas semanas.

Em comum acordo, as duas empresas optaram por explorar oportunidades para complementar suas malhas e desenvolver novas possibilidades de escolha para os clientes. A parceria já havia sido anunciada em maio, mas passa a valer a partir de hoje.

Leia mais.

Nasdaq cai quase 2% com realização de techs

O movimento de correção das ações de tecnologia pressionam o índice Nasdaq, que opera em queda de 1,86%.

Em destaque, Nvidia recua cerca de 5%.

Os investidores têm trocado posições de tecnologia por setores imobiliário, financeiro e industrial. O movimento é uma reação à perspectiva de que o Federal Reserve deve iniciar o ciclo de corte nos juros em setembro após a desaceleração da inflação em junho.

COMO ANDAM OS MERCADOS: Ibovespa sustenta os 128 mil pontos e dólar avança a R$ 5,42

O Ibovespa sustenta alta desde o início do pregão e caminha para estender a sequência para novos ganhos consecutivos.

O principal índice da bolsa brasileira sobe 0,76%, aos 128.163,22 pontos.

Já o dólar à vista também operam em alta, a R$ 5,4280 (+0,28%)  – por ajuste técnico.

O mercado local reage aos dados de vendas no varejo, que subiram mais de 1% no mês. Na avaliação do Itaú, o dado confirma que a atividade segue forte, indicando que, até o momento, a tragédia no Sul do país não afetou as perspectivas de crescimento do PIB agregado no ano.

Além disso, os investidores operam com mais apetite ao risco de olho nos juros dos Estados Unidos. A desaceleração da inflação acima do esperado para junho reforçou as expectativas de corte nos juros pelo Federal Reserve até o final do ano. O mercado divide as apostas de dois ou três reduções de 0,25 pontos-base até dezembro — o que levaria os juros a uma faixa entre 4,50% a 4,75% ao ano (considerando três cortes).

Bolsas na Europa fecham em alta

As bolsas europeias fecharam em tom positivo. Sem destaques locais, os índices subiram com a perspectiva de que os juros nos Estados Unidos devem ser reduzidos em breve pelo Federal Reserve após a desaceleração da inflação vir acima do esperado pelo mercado.

O CPI dos Estados Unidos caiu para o menor nível em mais de três anos em junho.

Confira o fechamento dos principais índices da Europa:

  • DAX (Frankfurt): +0,71%, aos 18.538,06 pontos
  • FTSE 100 (Londres): +0,32%, aos 8.219,79 pontos
  • CAC 40 (Paris): +0,74%, aos 7.629,42 pontos
  • Stoxx 600: +0,62%, aos 519,64 pontos

 

Jalles Machado (JALL3): BB projeta impulso de 38% para receitas e eleva preço-alvo; veja
jalles machado jall3
Entres os riscos para a tese da Jalles Machado, estão questões como uma possível queda nos preços do açúcar e condições climáticas adversas (Imagem: Reprodução/Jalles Machado)

Uma semana após realizar o seu Investor Day, o BB Investimentos elevou o preço-alvo da Jalles Machado (JALL3) no final de 2025 para R$ 11,50, com potencial de alta de 53,1%, mantendo sua recomendação de compra.

Daniel Cobucci, que assina o relatório, recorda que o novo guidance da empresa aponta para uma redução de 8% nos investimentos para a próxima safra, assim como o anúncio da conclusão da fábrica de açúcar na unidade Santa Vitória.

Leia mais.

30 anos do Plano Real: veja as lições históricas e alertas para a economia de hoje
real-reforma-tributaria-imposto plano real economia
Plano Real: Ao longo desses últimos trinta anos, vimos o nosso sistema democrático servir de escudo para a tomada de assalto do orçamento público. (Imagem: Pixabay/joelfotos)

Neste mês de julho, completam-se trinta anos do início da implementação do Plano Real. No meu ponto de vista, a mais relevante política pública da história da nação, com impactos impressionantes e longevos sobre a economia, a política e, sobretudo, a vida dos nossos cidadãos.

O momento é de relembrar esse fato histórico, avaliar os seus resultados e celebrar as pessoas que estiveram por trás desse projeto.

Leia mais.

Carrefour (CRFB3) sobe 4% com expectativas para o segundo trimestre

As ações do Carrefour lideram as maiores altas do Ibovespa desde o início do pregão. CRFB3 avançam 4,04%, a R$ 10,82.

Os papéis sobem com os dados de varejo acima do esperado e perspectivas positivas para os resultados do segundo trimestre.

MRV (MRVE3) sobe mais de 1% com prévia operacional e programa de recompra de ações

As ações da MRV (MRVE3) operam em alta de 1,13%, a R$ 7,14. Os papéis repercutem a prévia operacional do segundo trimestre e o anúncio de um novo programa de recompra de ações.

Entre os destaques da prévia, a companhia atingiu R$ 2,5 bilhões em vendas líquidas no segundo trimestre, o que representa um crescimento de 19,1% em relação ao 1T24. Apenas no mês de junho, foi registrada a marca de R$ 1 bilhão em unidades vendidas.

O novo plano de recompra inclui até 24,1 milhões de ações ordinárias. A considerar o preço de fechamento da última quarta-feira (10), o programa pode movimentar cerca de R$ 170 milhões.

Vale (VALE3) tem leve alta e recupera as perdas do mês

As ações da Vale (VALE3) registram alta de 0,16%, a R$ 62,27. Os papéis recuperam as perdas da sessão anterior e do mês com o avanço do minério de ferro em Dalian, na China.

A commodity encerrou as negociações com alta de 0,79%, a US$ 113,80 a tonelada.

Lula cobra menos volatilidade no preço da gasolina, após reajuste da Petrobras (PETR4), diz jornal
lula petrobras gasolina
Lula cobra menos volatilidade no preço da gasolina, após reajuste da Petrobras (Imagem: REUTERS/Adriano Machado)

Luiz Inácio Lula da Silva teria cobrado previsibilidade e menos volatilidade na política de preços da Petrobras (PETR3PETR4), segundo informações da CNN. O presidente teria concordado com o recente aumento nos valores dos combustíveis, uma vez que estavam desfasados, mas defendeu cautela.

A estatal anunciou no começo desta semana uma alta de R$ 0,20 na gasolina e de R$ 3,10 no gás de cozinha para as distribuidoras. Trata-se do primeiro reajuste do ano, que entrou em vigor na terça-feira (9).

Leia mais.

NY: Nasdaq cai mais de 1%

O índice Nasdaq, que encerrou a sessão anterior em recorde histórico, opera em queda de mais de 1% hoje.

O recuo deve-se a realização das ações de tecnologia em detrimento de ações mais voláteis após o CPI de junho apontar uma desaceleração da inflação acima do esperado.

 

 

Itaú: vendas no varejo confiram que atividade segue forte e enchentes do RS não afeta perspectivas para o PIB

Na avaliação da economista Marina Garrido, as vendas no varejo de maio vieram mais fortes do que o esperado, com surpresa positiva em “hiper e supermercados” e mais uma vez em “Atacado especializado em alimentos”.

“As enchentes do Rio Grande do Sul parecem ter tido efeito maior e mais localizado sobre a indústria e, possivelmente, sobre o setor de serviços da região em maio, enquanto as vendas no varejo foram menos afetadas (possivelmente em função de um efeito estocagem)”, escreve a analista em relatório.

Para a equipe econômica do banco, o dado de hoje confirma que a atividade segue forte, indicando que, até o momento, a tragédia no Sul do país não afetou as perspectivas de crescimento do PIB agregado no ano.

 

 

Petrobras (PETR4) joga pressão no etanol, enquanto usinas repassam preços com ‘dias contados para vantagem’
etanol petrobras gasolina
Os preços do etanol tem espaço para aumentar, seja por repasses das usinas, como via margem; paridade do biocombustível deve crescer (Imagem: Getty Images/Canva Pro)

Na segunda (8), a Petrobras (PETR3PETR4) anunciou o seu primeiro reajuste no preço da gasolina desde que Magda Chambriard assumiu a gestão da estatal. Segundo a empresa, o litro da gasolina aumentará R$ 0,20, a R$ 3,01 — um reajuste de 7,11%

Segundo Marcelo Bonifácio, analista da StoneX, os preços de etanol já subiam mesmo antes do ajuste da gasolina, já que a demanda está muito forte.

Leia mais.

Centibilionários: confira a lista que aumenta a cada ano e conta com Elon Musk e Mark Zuckerberg
centibilionarios elon musk mark zuckerberg inteligencia artificial bilionarios
Lista de centibilionários saltou de 6 nomes para 15, em apenas 2 anos (Imagem: REUTERS/Gonzalo Fuentes)

A lista de bilionários da Forbes de 2024 evidenciou o aumento de 2.781 bilionários, 141 a mais em comparação com o ano passado. Entretanto, outro ranking mais restrito também chama a atenção pelo seu crescimento: o de centibilionários — aqueles com uma fortuna de mais de US$ 100 bilhões.

Em 2022, a lista contava com apenas seis nomes: Bernard Arnault, Elon Musk, Gautam Adani, Bill Gates, Warren Buffett e Jeff Bezos. À época, a maior riqueza era do dono do conglomerado LVMH, que engloba marcas de luxo como Louis Vuitton e Dior, Bernard Arnault, com US$ 162 bilhões.

Leia mais.

Ibovespa (IBOV) opera em alta nesta quinta-feira (11), com destaque positivo para Braskem (BRKM5)

O Ibovespa (IBOV) operava em alta de 0,52%, a 127.881 pontos, às 11h42 desta quinta-feira (11).

Entre os destaques positivos, estão:

Já do lado das baixas, estão:

PDG Realty (PDGR3) vai deixar de ser ‘penny stock’? Ação dispara mais de 40% com grupamento de ações
Empreendimento da PDG Realty
Um dos motivos para a medida anunciada pela empresa é reduzir a volatilidade dos papéis.  (Imagem: Divulgação/ PDG Realty)

A PDG Realty (PDGR3) é o grande destaque da B3 nesta quinta-feira (11). As ações da construtora lideram os ganhos da bolsa brasileira com alta de mais de 40% durante o pregão. 

Por volta de 16h (horário de Brasília), os papéis PDGR3 atingiram máxima intradia com alta de 44,44%, a R$ 0,26, com mais de 2,6 mil negociações, após uma sequência de leilões. Acompanhe a Bolsa em tempo real. 

Leia mais.

**Dólar à vista inverte sinal e sobe a R$ 5,4240, com alta de 0,20%
‘Últimos CPI com certeza contribuíram para aumento da confiança do Fed’; veja apostas juros dos EUA
cpi inflação jerome powell federal reserve juros eua estados unidos
Últimas leituras do CPI contribuíram para aumento da confiança do Fed de cortar juros dos EUA (Imagem: Susan Walsh/Pool via REUTERS)

A desaceleração do índice de preços ao consumidor dos Estados Unidos (CPI, na sigla em inglês) em junho dá maior confiança ao Federal Reserve (Fed) para iniciar o corte de juros, avalia o economista sênior do Inter, André Valério.

O CPI caiu 0,1% na base mensal e desacelerou para 3% na anual — abaixo das estimativas do mercado de alta de 0,1% e 3,1%, respectivamente.

Leia mais.

B3 registra recorde de mais de 100 mil contratos de futuro de Bitcoin; veja como está cotação da criptomoeda
bitcoin btc queda
O Bitcoin começou o mês de julho com o pé esquerdo, mas vem tentando se recuperar das perdas iniciais e reduzir o seu prejuízo.  (Imagem: EivindPedersen/Pixabay/Canva)

O contrato futuro de Bitcoin em reais (BIT) registou um número recorde de negociação de 108,5 mil contratos na última segunda-feira (8), segundo dados da B3. Ao todo, o volume financeiro foi de R$ 3,37 bilhões.

Marcos Skistymas, diretor de Produtos Listados da B3, afirma que os bons resultados são reflexo da liberação de operar bitcoin dentro do mercado regulado por meio de contratos futuros.

Leia mais.

Goldman Sachs eleva preço-alvo do Nubank para US$ 17, potencial de alta de 39%
Mais dividendos? Copel (CPLE6) destrava potencial após venda da Compagas, vê BBA e BTG; hora de comprar?
copel
Itaú BBA e BTG Pactual avaliam positivamente venda participação de 51% na Companhia Paranaense de Gás pela Copel (Imagem: Copel/Divulgação)

A Copel (CPLE6) destravou potencial para dividendos mais elevados, avaliam analistas do Itaú BBA e BTG Pactual, após a companhia vender participação de 51% na Companhia Paranaense de Gás (Compagas) por R$ 906 milhões, para a Compass Dois – subsidiária da Compass, empresa do grupo Cosan.

Segundo a empresa, 40% do valor ser pago até o fechamento da operação; 30% até 31 de dezembro de 2025; e 30% até 31 de dezembro de 2026. A data-base da transação é 31 de dezembro de 2023. Nesta data, a dívida líquida total da Compagas era de R$ 182,8 milhões.

Leia mais.

BB Investimentos eleva preço-alvo de Jalles (JALL3) e mantém recomendação de compra

O BB Investimentos atualizou as estimativas para a Jalles (JALL3) após o Investidor Day da companhia e a divulgação do novo guidance —  que projeta uma redução de cerca de 8% nos investimentos para a próxima safra.

O BB manteve a recomendação de compra e elevou o preço-alvo para R$ 11,50, o que representa uma potencial valorização de 53,1% em relação ao preço do fechamento de ontem (10).

“Entendemos que a Jalles segue com uma estratégia acertada, em um setor com boas perspectivas de expansão”, afirma o analista Daniel Cobucci, que assina o relatório.

 

Swing Trade: Compra das ações do Bradesco (BBDC4) é recomendada pelo BB Investimentos; confira
bradesco swing trade bb investimentos
Expectativa é de captura de possível movimento de alta pela Estratégia Swing Trade (Imagem: REUTERS)

O BB Investimentos, em relatório assinado pelo analista Luan Calimério, enxerga uma oportunidade de compra para o Bradesco (BBDC4) nesta quinta-feira (11), visando a captura de tendência pela estratégia swing trade.

É esperada a captura de possível movimento de alta rastreado pelo algoritmo, com preço limite 1% acima do preço de abertura.

Leia mais.

3R Petroleum (RRRP3) figura entre as maiores quedas do Ibovespa em reação ao relatório mensal

As ações da 3R Petroleum (RRRP3) operam com queda de 0,76%, a R$ 27,59, e figuram entre as maiores perdas do Ibovespa na primeira hora do pregão.

Os investidores reagem ao relatório mensal de produção da companhia divulgado ontem (10) depois do fechamento dos mercados.

A produção média diária consolidada dos nove polos da companhia em operação totalizou 51.790 barris de óleo equivalente (boe), alta de 4%% na comparação com maio. Já o montante referente aos campos exclusivos da 3R atingiu média diária de 48.544 boe, avanço de 3,3% na comparação com o mês anterior.

**Ibovespa renova máxima com alta de 0,84%, aos 128.292,09 pontos
**Ibovespa renova máxima com alta de 0,77%, aos 128.192,81 pontos
Reforma tributária: Veja o que muda e quais produtos ficam mais caros
Restituição do Imposto de Renda (17) reforma tributária
Texto que regulamenta reforma tributária define produtos da cesta básica isentos e trava máximo para alíquota do Imposto sobre Valor Agregado. (Imagem: Getty Images/Canva Pro)

A Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (10), o texto-base do primeiro projeto que regulamenta a reforma tributária.

O projeto regulamenta a cobrança do Imposto sobre Bens e Serviços (IBS) e da Contribuição Sobre Bens Serviço (CBS), que compõe o Imposto sobre Valor Agregado (IVA), além do Imposto Seletivo. Os novos impostos vão substituir os atuais Programa de Integração Social (PIS), a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins), o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o Imposto sobre Serviços (ISS) e, parcialmente, o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Leia mais.

Ibovespa reduz ganhos com NY fraca, mas mantém os 128 mil pontos

O Ibovespa sobe 0,66%, aos 128.060,30 pontos após a abertura das bolsas de Nova York.

Apenas sete ações caem da carteira do principal índice da bolsa brasileira.

Bolsas de NY operam sem direção única após a abertura

As bolsas de Nova York iniciaram o pregão sem direção única:

  • S&P 500: +0,00%;
  • Dow Jones: -0,10%;
  • Nasdaq: +0,03%

Os investidores reagem ao CPI dos Estados Unidos, que veio melhor que as expectativas. A inflação de junho caiu 0,1% na base mensal, enquanto o consenso de mercado era de alta de 0,1%. O núcleo do CPI, que exclui itens mais voláteis como energia e alimentos, também ficou abaixo do esperado.

A desaceleração da inflação elevou as apostas de corte nos juros pelo Federal Reserve. O mercado agora vê chance para até três reduções até dezembro.

 

Gol e Azul iniciam venda de rotas compartilhadas pelo Brasil

Como parte do acordo de codeshare anunciado em maio, as companhias aéreas Gol e Azul iniciaram hoje a venda de voos compartilhados.

Sendo assim, cliente da Gol podem adquirir passagens aéreas de voos operados pela Azul e vice-versa. A parceria inclui rotas domésticas e não é válido para trechos atendidos por ambas as empresas.

Inicialmente foram contempladas cinco rotas ligando cidades do interior do Brasil atendidos pela Azul a aeroportos já operados pela Gol para voos a partir de 20 de julho.

A partir de hoje, outros 15 voos com conexão entre capitais atendidas pela Gol e cidades do interior operadas pela Azul serão disponibilizados para viagens a partir de 10 de agosto.

Taxas de DIs operam nas mínimas na esteira dos treasuries

Após a desaceleração da inflação dos Estados Unidos vir acima do esperado, o mercado aumentou as apostas de cortes nos juros pelo Federal Reserve (Fed). Agora, os traders veem espaço para até três reduções até dezembro deste ano.

Com isso, o dólar e os rendimentos (yields) dos títulos do Tesouro norte-americano, os Treasuries, renovaram as mínimas. Em consequência, as taxas de Depósito Interfinanceiro (DIs) recuam em toda a curva — e apagam as chances de elevação da Selic neste ano.

Confira como operam os DIs agora:

CÓDIGO NOME  ULT   FEC 
DI1F25 DI Jan/25 10,53% 10,53%
DI1F26 DI Jan/26 11,10% 11,09%
DI1F27 DI Jan/27 11,32% 11,33%
DI1F28 DI Jan/28 11,51% 11,53%
DI1F29 DI Jan/29 11,63% 11,66%
DI1F30 DI Jan/30 11,70% 11,72%
DI1F31 DI Jan/31 11,73% 11,76%
DI1F32 DI Jan/32 11,74% 11,77%
DI1F33 DI Jan/33 11,73% 11,77%
BTG Pactual reduz previsão do IPCA de 4,4% para 4,3% em 2024

O BTG Pactual reduziu a previsão para a inflação de 4,4% para 4,3% ao final de 2024.

A revisão acontece após a divulgação do  Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ontem (10). A inflação desacelerou de 0,46% em maio para 0,21% em junho. Em 12 meses, a inflação acumula alta de 4,23% — ainda dentro do teto da meta estipulada para este ano.

O banco manteve a projeção do IPCA em 4,0% em 2025.

 

Amazon (AMZO34), Microsoft (MSFT34) e mais 9 ações gringas para investir em julho
amazon microsoft alphabet bdrs investir julho
Alphabet e Microsoft complementaram a lista de BDRs mais recomendados para o mês de julho (Imagem: Reuters)

Para o mês de julho, Amazon (AMZO34), Alphabet (GOGL34) e Microsoft (MSFT34) foram os Brazillian Depositary Receipts (BDRs) mais recomendados, com 5 indicações cada, segundo levantamento realizado pelo Money Times.

Para a MyCap, que em sua carteira mensal recomendou os três BDRs que ficaram no topo, as vantagens para investir em ações do exterior tem como pontos a oportunidade de investir em companhias estrangeiras, sem a necessidade de abertura de conta no exterior e a burocracia para o pagamento de taxas e variações cambiais, diversificando a carteira de investimentos e reduzindo possíveis impactos nacionais.

Leia mais.

Ibovespa (IBOV) acompanha exterior após inflação nos EUA aumentar apostas de corte nos juros pelo Fed: 5 coisas para saber antes de investir hoje (11)
Ibovespa, 5 Coisas, Investimentos, Dólar, Day Trade, EUA, Real, China, Lula
Ibovespa abriu pregão em alta, apesar de volátil, digerindo falas de Lula em entrevista nesta manhã (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

Depois de registrar a maior sequência de altas desde maio do ano passado, o Ibovespa (IBOV) segue estendendo os ganhos no pregão desta quinta-feira (11). O principal índice da bolsa brasileira avançava 0,59%, a 127.964,98 pontos, por volta de 10h07.



Leia mais.

**Ibovespa sobe 0,62%, aos 128.009,17 pontos após a abertura
Tesouro Direto hoje: Prefixados sobem e rendem até 11,88% enquanto CPI surpreende os mercados
tesouro direto hoje - ipca - selic
O Tesouro brasileiro segue as Treasuries norte-americanasque operam em queda nesta manhã. (Imagem: Getty Images/ Canva Pro)

As taxas dos títulos do Tesouro Direto operam mistas nesta quinta-feira (11), em comparação ao fechamento do dia anterior.

Na primeira atualização do dia, os rendimentos dos títulos prefixados 20272031 e o com juros semestrais 2035 estavam em alta a 11,35%, 11,88% e 11,63% contra os 11,32%, 11,87% e 11,63% do fechamento de ontem, respectivamente.

Leia mais.

Even (EVEN3) aprova desvinculação de mais 9,8 milhões de ações da Melnick (MELK3); esta será a última?
even - even3
(Imagem: Divulgação)

O conselho de administração da Even (EVEN3) aprovou a desvinculação de 9,8 milhões de ações que detém da sua subsidiária Melnick (MELK3) e sua futura alienação, conforme mostra o comunicado enviado ao mercado nesta quarta-feira (10).

Com isso, a construtora informa que as ações não estão mais sujeitas às restrições e obrigações de acordo de acionistas da Melnick celebrado em 2020 e poderão ser negociadas dentro ou fora da B3.

Leia mais.

Vendas no varejo do Brasil têm alta inesperada em maio e renovam máxima da série
Vendas Varejo EUA
Varejo: Em maio, as vendas tiveram avanço de 1,2% na comparação com o mês anterior, de ganho de 0,9% em abril. (Imagem: REUTERS/Jeenah Moon)

O setor de varejo do Brasil ganhou força em maio com alta inesperada das vendas, renovando o ponto mais alto da série diante da força de supermercados e itens de uso pessoal.

Em maio, as vendas varejistas tiveram avanço de 1,2% na comparação com o mês anterior, de ganho de 0,9% em abril, contra expectativa em pesquisa da Reuters de recuo de 0,9%.

Leia mais.

**EUA: chance de corte nos juros em setembro sobe de 69,5% para 86,9% após CPI
**Libra atinge máxima em um ano ante dólar, a US$ 1,2946 após CPI dos EUA
MRV (MRVE3) aprova recompra de até 24,1 milhões de ações; confira
mrv-previa-1t24
MRV aprovou programa de recompra de ações, de até 24,1 milhões (Foto: Flávya Pereira/Money Times)

O conselho de administração da MRV (MRVE3) aprovou um programa de recompra de ações ordinárias, de até 24,1 milhões, mostra comunicado enviado ao mercado nesta quinta-feira (11). A operação tem início hoje, com duração de até 18 meses, indo no máximo até 18 de janeiro de 2026.

Segundo fato relevante, a recompra será a preço de mercado, para efeito de cancelamento, permanência em tesouraria e posterior alienação, ou a celebrar novas operações com derivativos lastreados em ações de sua emissão.

Leia mais.

Reação ao CPI: dólar bate mínima e treasuries recuam

Com a desaceleração da inflação nos Estados Unidos maior que a esperada, os rendimentos (yields) dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos, os Treasuries, renovaram as mínimas e operam em queda.

Os juros projetados para a dívida de 30 anos, referência para o mercado de hipotecas norte-americano, bateram mínima a 4,39%. Já os juros projetados para a dívida de 10 anos caem 4,19%

Na esteira, os juros futuros (DIs), que iniciaram a sessão em alta, inverteram sinal e renovaram as mínimas.

O DXY, indicador que compara o dólar a uma cesta de moedas fortes, estendeu as perdas e recua a 0,50%. Na comparação com o real, o dólar à vista renovou mínima a R$ 5,3704 (-0,78%).

Os índices futuros de NY sustentam alta e o Ibovespa futuro acelerou os ganhos aos 129.090 pontos (+0,72%) após os dados.

 

CPI: Inflação dos Estados Unidos cai 0,1% em junho e vai a 3% em 12 meses
inflação cpi eua
Departamento do Trabalho dos EUA divulgou o CPI, dado da inflação, nesta quinta-feira (11) (Imagem: benscripps/Pixabay)

O índice de preços ao consumidor nos Estados Unidos (CPI, na sigla em inglês) registrou queda em junho. O CPI caiu 0,1% na base mensal e desacelerou para 3% na anual — abaixo das estimativas do mercado de alta de 0,1% e 3,1%, respectivamente.

Na leitura anterior, a inflação do país ficou inalterada, diante da gasolina mais barata. Nos 12 meses até maio, o índice havia avançado 3,3%.

Leia mais.

****EUA: núcleo do CPI sobe 3,3% na comparação anual de junho; previsão +3,4%
**EUA: CPI sobe 3% na comparação anual de junho; previsão +3,1%
**EUA: CPI cai 0,1% em junho ante maio; previsão era de alta de 0,1%
**EUA: núcleo do CPI sobe 0,1% em junho ante maio; previsão +0,2%
Day Trade: Azul (AZUL4), BRF (BRFS3) e mais ações para vender hoje (11)
day trade o que vender quinta 11
Day Trade de hoje conta com nomes como Suzano (Imagem: Getty Images)

PagBank e a Ágora divulgaram suas recomendações de venda em day trade para esta quinta-feira (11).

  • Day trade com mais objetividade e gerenciamento controlado de riscos: conheça a plataforma Gradiente Linear clicando AQUI.

No pregão de ontem (10), o Ibovespa (IBOV) fechou em leve alta de 0,1%, alcançando os 127.218 pontos, marcado pelos efeitos de uma inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) abaixo das previsões.

Leia mais.

Day Trade: Itaú (ITUB4), Embraer (EMBR3) e mais ações para comprar hoje (11)
day trade o que comprar quinta 11
Entre as recomendações para o day trade de hoje, estão nomes como Cyrela e Itaúsa (Imagem: Getty Images)

O BTG Pactual, o PagBank e a Ágora divulgaram suas recomendações de compra em day trade para esta quinta-feira (11). As ações sugeridas são de analistas gráficos, que usam uma metodologia que busca antecipar as tendências de curtíssimo prazo.

No pregão de ontem (10), o Ibovespa (IBOV) fechou em leve alta de 0,1%, alcançando os 127.218 pontos, marcado pelos efeitos de uma inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) abaixo das previsões.

Leia mais.

Dólar abre estável frente ao real antes de dados de inflação dos EUA

O dólar rondava a estabilidade ante o real nas primeiras negociações desta quinta-feira (11), à medida que os investidores aguardam a divulgação de dados de inflação ao consumidor dos Estados Unidos em busca de sinais sobre o futuro da política monetária do Federal Reserve.

Às 9h09, o dólar à vista caía 0,01%, a 5,4124 reais na venda. Na B3, o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento recuava 0,10%, a 5,4245 reais.

Na véspera, o dólar à vista encerrou cotado a 5,4132 reais na venda, em leve baixa de 0,01%.

O Banco Central fará nesta sessão leilão de até 12 mil contratos de swap cambial tradicional para fins de rolagem do vencimento de 2 de setembro de 2024.

*Com informações de Reuters

Cielo (CIEL3), Copel (CPLE6), Santander (SANB11) e outros destaques desta quinta (11)
Cielo fechamento capital saída bolsa B3 oferta compra ações ordinárias CIEL3
Cielo, Copel e Santander estão entre os destaques corporativos desta quinta-feira (11) (Imagem: Facebook/ Cielo)

A oferta pública de aquisição da Cielo (CIEL3), venda de companhia da Copel (CPLE6) para a Cosan e juros sobre capital próprio do Santander (SANB11) são alguns dos destaques corporativos desta quinta-feira (11).

Confira os destaques corporativos

Cielo (CIEL3) lança oferta pública de ações e já tem data para leilão

Cielo (CIEL3) publicou, na noite de quarta-feira (10), edital e laudo de avaliação de sua oferta pública de aquisição (OPA), que busca fechar o capital da companhia. Segundo o fato relevante, o leilão será realizado em 14 de agosto, às 15h.

Leia mais.

IBGE: vendas no varejo crescem 1,2% em maio

O volume de vendas no varejo cresceu 1,2% em maio na comparação com abril, com ajuste sazonal, segundo dados divulgados há pouco pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No ano, as vendas aumentaram a 5,6%. Já no acumulado nos últimos 12 meses, o dado ficou em 3,4%.

No comércio varejista ampliado — que inclui veículos, motos, partes e peças, material de construção e atacado de produtos alimentícios, bebidas e fumo — o volume de vendas cresceu 0,8% na série com ajuste sazonal. No ano, o crescimento é de 4,8% e em 12 meses, de 3,7%.

 

IBGE: Vendas no Varejo sobem 1,2% em maio; ano acumula ganhos de 8,1%
**Dólar à vista abre a R$ 5,4069, com queda de 0,11%
Tchau, Bolsa: Cielo (CIEL3) lança oferta pública de aquisição e já tem data para leilão; confira
cielo
Cielo lança oferta pública de ações e agenda leilão para 14 de agosto (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

A Cielo (CIEL3) publicou, na noite de quarta-feira (10), edital e laudo de avaliação de sua oferta pública de aquisição (OPA), que busca fechar o capital da companhia. Segundo o fato relevante, o leilão será realizado em 14 de agosto, às 15h.

A OPA terá por objetivo 902,2 milhões de ações ordinárias de emissão da empresa de maquininhas de cartões, controlada pelo Bradesco e Banco do Brasil, por R$ 5,60 por ação, corrigido pleo CDI. A data de liquidação está prevista para 16 de agosto, conforme edital.

Leia mais.

Bolsas Europeias: ações apresentam ganhos nesta quinta-feira (11)

Confira o desempenho dos principais índices:

  • FTSE 100 (Londres): +0,30%, aos 8.217,82 pontos.
  • Índice DAX (Frankfurt): +0,12%, aos 18.440,05 pontos.
  • Índice CAC 40 (Paris): +0,30%, aos 7.595,90 pontos.
  • STOXX 600: +0,29%, aos 517,92 pontos.
Bolsas Asiáticas: ações fecham em alta nesta quinta-feira (11); índice Xangai avança 1,06%

Confira o fechamento dos principais índices:

  • Índice Nikkei (Tóquio): +0,94%, aos 42.224 pontos.
  • Índice HANG SENG (Hong Kong): +2,06%, aos 17.832 pontos.
  • Índice SSEC (Xangai): +1,06%, aos 2.970 pontos.
  • Índice CSI300 (Xangai e Shenzhen): +1,14%, aos 3.468 pontos.
  • Índice KOSPI (Seul): +0,81%, aos 2.891 pontos.
  • Índice TAIEX (Taiwan): +1,60%, aos 24.390 pontos.
  • Índice STRAITS TIMES (Cingapura): +0,44%, aos 3.475 pontos.
  • Índice S&P/ASX 200 (Sydney):+0,93%, aos 7.889 pontos.
Inflação nos Estados Unidos pode reforçar discurso de Powell de ‘bons números’; o que esperar do Ibovespa (IBOV)
estados unidos ADP vagas de emprego junho trabalho morning times inflação cpi pce ibovespa wall street
Morning Times: Com a agenda econômica ligeiramente esvaziada, Ibovespa e Wall Street aguardam por inflação dos Estados Unidos. (Imagem: Getty Images)

Nesta quinta-feira (11), toda a atenção do mercado está voltada para a inflação americana. O Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) de junho será divulgado agora de manhã e pode trazer uma luz para os investidores.

Não que este seja o indicador inflacionário preferido do Federal Reserve. Na verdade, o banco central da maior economia do mundo prefere basear sua política monetária no Índice de Despesas de Consumo Pessoal (PCE). Mas, ainda assim, os números de hoje ajudam a mapear para onde os preços estão caminhando.

Leia mais.

**Petróleo tipo Brent avança 0,42% a US$ 85,44 por barril; WTI avança 0,33% a US$ 82,37 por barril
**Wall Street: Futuros operam em baixa com S&P 500 (-0,09%), Dow Jones (-0,10%) e Nasdaq (-0,08%)
**ADR da Petrobras (PBR) sobe 0,13% a US$ 15,16 no pré-market nos EUA
**ADR da Vale (VALE) sobe 0,78% a US$ 11,56 no pré-market nos EUA
**Ibovespa em dólar (EWZ) sobe 0,07% a US$ 38,84 no pré-market nos EUA
Inflação nos EUA pode trazer resultados otimistas; confira a agenda desta quinta-feira (11)
cpi agenda do dia haddad lula estados unidos
Alemanha também divulga seu CPI, enquanto destaque no Brasil fica para dados do varejo (Imagem: Getty Images/Canva Pro)

Os dados de economias globais prendem a atenção dos mercados nesta quinta-feira (11), com a divulgação do Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês), nos Estados Unidos (EUA) e na Alemanha, e da leitura do Produto Interno Bruto (PIB) de maio do Reino Unido.

Para o CPI, o BTG Pactual espera um resultado benigno tanto para o headline (alta mensal de 0,09%, ante 0,0% anterior) quanto para o core, que exclui os preços voláteis de alimentos e energia (alta de 0,19% mensal, ante 0,2% anterior).

Leia mais.

No mercado há mais de 5 anos, o Money Times é referência em investimentos pessoais, educação financeira, gestão de carreiras e consumo no mercado brasileiro. No Money Times, investidores, analistas, gestores e entusiastas do ambiente econômico brasileiro usufruem de textos objetivos e de qualidade que vão ao centro da informação, análise e debate. Buscamos levantar e antecipar discussões importantes para o investidor e dar respostas às questões do momento. Isso faz toda a diferença.
Twitter Facebook Linkedin Instagram YouTube Site
No mercado há mais de 5 anos, o Money Times é referência em investimentos pessoais, educação financeira, gestão de carreiras e consumo no mercado brasileiro. No Money Times, investidores, analistas, gestores e entusiastas do ambiente econômico brasileiro usufruem de textos objetivos e de qualidade que vão ao centro da informação, análise e debate. Buscamos levantar e antecipar discussões importantes para o investidor e dar respostas às questões do momento. Isso faz toda a diferença.
Twitter Facebook Linkedin Instagram YouTube Site