Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Tenda, Via Varejo e Tim são selecionadas para a carteira de 17 ativos do Itaú BBA; veja o portfólio

02/07/2020 - 22:21
Mercados
“Nas trocas, buscamos nomes que estejam expostos a retomada econômica em maior magnitude”, diz o Itaú BBA (Imagem: REUTERS/Ralph Orlowski)

As ações da Tenda (TEND3), Via Varejo (VVAR3) e da Tim (TIMP3) foram incluídas no radar de preferências do Itaú BBA, um portfólio de ações com 17 ativos indicados para o mês de julho, mostra um relatório enviado a clientes nesta semana.

Os papéis da Eztec (EZTC3), B2W (BTOW3) e Vivo (VIVT4) foram removidas da lista.

“Neste mês, optamos por realizar três alterações das ações no Radar de Preferências. Nas trocas, buscamos nomes que estejam expostos a retomada econômica em maior magnitude, ou que possuam exposição a algum evento potencial que destrave valor no curto prazo”, explicam os analistas Fabio Perina, Larissa Nappo e Maria Clara Infantozzi.

Tenda TEND3
No gráfico, a ação está em tendência de alta no curto prazo  (Imagem: Money Times/Gustavo Kahil)

Tenda

Para o Itaú BBA,  as perspectivas de recuperação dos empreendimentos voltados para baixa renda tendem a ocorrer de forma mais acelerada, onde há um cenário construtivo de demanda.

“Acreditamos que a Tenda está preparada para aumentar sua participação de mercado, uma vez que a sua expansão por diferentes estados do país tornou-se um catalisador de valor para novas oportunidades, dado que a oferta do MCMV é bastante fragmentada, e existe a possibilidade de que alguns players do setor enfrentem problemas de liquidez no momento atual”.

No gráfico, a ação está em tendência de alta no curto prazo e tem primeira resistência em R$ 31,75, diz o BBA. Acima desta as próximas resistências estão em R$ 34,20 e R$ 38,90.

No gráfico, a ação da varejista é vista dentro de uma tendência de alta no curto prazo

Via Varejo

“Acreditamos que o anúncio da oferta primária reforçará a liquidez da companhia, de forma a possibilitar a aceleração de seu crescimento, melhor gestão de capital de giro e otimização de sua estrutura de capital, o que deve acarretar na valorização da ação”, apontam os analistas.

No gráfico, a ação da varejista é vista dentro de uma tendência de alta no curto prazo e tem primeira resistência em R$ 16,65. “Acima deste o ativo terá espaço para mais altas em direção ao próximo objetivo de alta em R$ 18,80”.

TIM TIMP3
O Itaú BBA ressalta que a Tim alcançou resultados positivos em um cenário desafiador (Imagem: Renan Dantas/Equipe Money Times)

Tim

O Itaú BBA ressalta que a Tim alcançou resultados positivos em um cenário desafiador, com crescimento de Ebitda de 8% em termos anuais, e melhoria de margem em termos anuais, reflexo de um melhor mix de vendas e rígido controle de custos.

“Acreditamos que a empresa deve se beneficiar do avanço de suas iniciativas de crescimento inorgânico: o processo de due diligence para os ativos móveis da Oi (OIBR3; OIBR4) e a busca por um parceiro estratégico para a TIM Live”.

Graficamente, os ativos da Tim têm a próxima resistência em R$ 15,20. “Acima desta o ativo abrira espaço para mais altas no curto prazo em
direção as resistências seguintes em R$ 15,50 e R$ 16,80”.

Veja o portfólio:

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Gustavo Kahil - 02/07/2020 - 22:21