Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Tendência do Ibovespa ainda é de alta, diz analista da Guide Investimentos

30/03/2017 - 13:33

bovespa

Por Ângelo Pavini, da Arena do Pavini

Apesar da balançada do mercado de ações brasileiro nas últimas semanas, a expectativa ainda é de alta, afirma Luís Gustavo Pereira, responsável pela área de renda variável da Guide Investimentos. Segundo ele, a balançada veio de fora, interrompendo uma tendência de alta que não se via há tempos após a vitória de Donald Trump e da expectativa de incentivos para empresas e pessoas. “E aqui o mercado acompanhava a euforia externa, com o índice perto dos 70 mil pontos”.

Para ele, a baixa das ações representa o mercado colocando nos preços a probabilidade de Trump não conseguir aprovar as reformas e os estímulos para a economia tão facilmente quanto se esperava pelo Partido Republicano ter maioria nas duas Casas do Congresso, o que aconteceu poucas vezes na história dos Estados Unidos.

Já no Brasil, as dificuldades em aprovar a reforma na Previdência e a possibilidade de aumento de impostos assustaram um pouco os investidores. Mas alguns fatores podem contribuir para melhora do mercado local, diz Gustavo. Um deles é que a projeção de lucro das empresas está melhorando. “A revisão está começando mais lentamente, mas está melhorando, não só em função da expectativa melhora da economia como também pela maior eficiência das empresas”, explica, lembrando que nesses anos de economia mais severa, as companhias ficaram mais eficientes. “E isso beneficia a bolsa” diz. Além disso, os juros estão caindo, o que ajuda a melhorar perspectiva de lucro das empresas ao reduzir seu custo financeiro.

Gustavo acredita também que o mercado vinha em um rali muito forte, de 60 mil pontos para 70 mil só neste início de ano, por isso o movimento de realização de lucros é natural. “Mas a perspectiva ainda é de alta da bolsa”, diz.

A ameaça para esse cenário otimista é o não avanço das reformas. “A restrição de alguns partidos em relação à reforma da Previdência trouxe cautela para os mercados, o que é natural”, diz. Gustavo afirma, porém, que a Guide ainda acredita que as reformas passem até julho mais ou menos. “Trabalhamos com a aprovação na primeira metade deste ano”, diz.

Para Gustavo, caso o índice se aproxime dos 61 mil pontos, será oportunidade para o investidor comprar ações, passando o momento de cautela. A Guide trabalha com um índice entre 74 mil e 75 mil pontos no fim do ano. O analista afirma que gosta muito do setor elétrico e de empresas de infraestrutura, e segmentos sensíveis à queda dos juros. No setor de telefonia, a corretora vê oportunidades em Vivo e TIM, e negócios mais resistentes como BM&FBovespa.

Última atualização por - 05/11/2017 - 14:06

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto