Tesco, Pilgrim’s e mais 25 players britânicos reforçam o “soja zero de desmatamento”

09/11/2021 - 11:24
Tesco
Como esta varejista britânica, mais 26 empresas tentam ser mais duros contra o desmatamento (Imagem: Site/Tesco)

No embalo da COP26, 27 companhias do Reino Unido resolveram ser mais “ambiciosas, mais rápidas e em grande escala” na imposição de novas barreiras contra a aquisição de soja provenientes de áreas de desmatamento.

Da Tesco à Sainsbury’s (entre varejistas), da Avara Foods à Pilgrim’s UK (entre produtores de carnes), da Danone à Nestlé (entre fabricantes), da McDonald’s à KFC (entre redes de fast food), se comprometeram a não deixarem passar mais nada que não tenha rastreabilidade com maior garantia.

Elas assinaram o Manifesto de Soja do Reino Unido, que começou a circular na manhã desta terça (9) em Glasgow.

Os signatários se comprometem a exigir mais informação e compartilhamento de dados dos originadores da oleaginosa que chega in natura, semiprocessada ou processada às suas unidades.

Ao mesmo tempo, pedem medidas mais duras das autoridades na verificação dos países-alvos, que se comprometeram com compromissos de preservação das florestas e outros biomas, mas não estão cumprindo, de acordo com o documento.

O Reino Unido consume apenas 3,5 milhões de toneladas (2020), mas o setor produtivo assume que essa pequena margem de soja é co-responsável por “pressão sobre paisagens biodiversas como o Cerrado e Mata Atlântica [no Brasil], Gran Chaco [Argentina e Paraguai] e Chiquitânia [Bolívia].

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 09/11/2021 - 11:58

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web