Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Tesouro Direto: negociações chegam a ser suspensas nesta sexta; taxas despencam

Lucas Eurico Simões
25/03/2022 - 14:40
Tesouro Direto
Taxas de títulos públicos no Tesouro Direto despencam nesta sexta-feira, acompanhando alívio na curva futura de juros (Imagem: Shutterstock)

As negociações dos títulos públicos no Tesouro Direto chegaram a ser suspensas por volta das 11h nesta sexta-feira (25), movimento recorrente quando as taxas oscilam bastante na marcação a mercado.

Naquele momento, apenas os títulos pós-fixados, o Tesouro Selic, podiam ser comprados ou vendidos pelos investidores.

Após uma hora da suspensão, todos os títulos públicos voltaram ao mercado, incluindo os papéis prefixados e os títulos atrelados à inflação, conhecidos como Tesouro IPCA+.

Na volta do mercado, os investidores se depararam com taxas bem menores pagas pelos títulos de renda fixa, que acompanharam o movimento de queda dos contratos futuros de juros, que reagiram à divulgação do IPCA-15 em março.

Na renda variável, o alívio na curva de juros favoreceu o apetite por ativos de risco, permitindo o Ibovespa (IBOV) operar em terreno positivo durante o pregão.

Por volta das 14h30, os títulos prefixados com vencimento em 2025 pagavam 11,54% ao ano, prêmio menor que o rendimento da taxa Selic, que está em 11,75% ao ano.

Já o Tesouro IPCA+ com vencimento em 2026 rendia ao investidor menos de 5% ao ano acima da inflação, pagando juros reais de 4,96% ao ano.

Confira os preços e as taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra no Tesouro Direto que eram oferecidos por volta das 14h30 desta sexta-feira (25):

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 25/03/2022 - 14:52

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto