Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Tesouro Direto: o que comprar em maio?

06/05/2020 - 20:40
Em qualquer que seja o cenário, não havendo a intenção de levar os investimentos até o vencimento, a sugestão fica com o Tesouro Selic de vencimento mais curto (Imagem: Pixabay)

A equipe de análise do Santander avalia que a alocação no título Tesouro IPCA+ é a melhor alternativa para o Tesouro Direto em maio, tendo em vista os juros reais atraentes na comparação com a rentabilidade auferida com a Selic, hoje em 3% ao ano.

“Porém, em virtude das incertezas de curto prazo, recomendamos aos investidores mais avessos ao risco uma duration relativamente curta, optando novamente pelo vencimento de 2026, sem pagamento de juros semestrais”, explica o estrategista Renato Chanes.

Ele pontua, também, que na hipótese de o real perder mais valor em relação ao dólar, contribuindo para uma inflação mais alta, pode haver um risco para a parcela prefixada dos títulos públicos.

“Para aqueles dispostos a incorrer em maior risco, possivelmente auferindo maiores retornos ao longo do tempo, continuamos gostando do Tesouro IPCA+ 2035”, sugere.

Para ele, em qualquer que seja o cenário, não havendo a intenção de levar os investimentos até o vencimento, a sugestão fica com o Tesouro Selic de vencimento mais curto disponível.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Renan Dantas - 06/05/2020 - 21:25