Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

The Money Office: Buscas por Banco Inter no Google despencam e por C6 Bank crescem

Gustavo Kahil
07/02/2022 - 14:00
Inter BIDI11
O Inter sofreu uma perda significativa de participação entre os pares digitais (Imagem: Divulgação/Inter)

As buscas dos brasileiros no Google por bancos digitais têm mostrado uma mudança de comportamento nos últimos trimestres que já vale a pena ser notada.

Segundo um levantamento do UBS, com base nos dados do buscador, o Inter (BIDI11) sofreu uma perda significativa de participação entre os pares digitais no período, passando de 34% no 1º trimestre de 2020 para 21% no quarto trimestre de 2021.

Enquanto isso, o C6 expandiu notavelmente de 7% para 16 % no mesmo período.

Por outro lado, Nubank (NU; NUBR33) e Next – do Bradesco (BBDC3; BBDC4) – permaneceram praticamente estáveis, enquanto o iti – banco digital do Itaú (ITUB3; ITUB4) – aumentou um pouco sua participação de 2% para 6%.

Por Estados

Já na participação regional, o C6 possui um perfil semelhante ao do Inter. Ambos têm maior participação de buscas nos estados mais ricos do que nos mais pobres.

Por outro lado, o Nubank tem maior participação de buscas entre os estados mais pobres, enquanto Iti e Next têm uma proporção de buscas mais equilibrada (pequena diferença entre os mais ricos e os mais pobres estados).

Segundo o UBS, as frases pesquisadas no Google entre os digitais que se expandiram notavelmente foram: no caso do Nu, as questões relacionadas ao seu novo cartão de crédito (ultravioleta Nubank) e ao programa do cliente (NuSócios) que tem sido relevante desde o IPO, enquanto para o C6 houve mais perguntas sobre crédito e expansão de limite de cartão de crédito.

Última atualização por Gustavo Kahil - 07/02/2022 - 14:00

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto