Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

TIM cria comitê estratégico de ESG no Brasil

13/01/2021 - 7:54
TIMP4 TIM
O comitê tratará de temas como ética e governança, meio ambiente, diversidade e inclusão social (Imagem: Reuters/Remo Casilli)

A TIM Brasil (TIMS3) criou um comitê de assessoramento do Conselho de Administração da companhia para assuntos ligados a questões ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês).

O grupo é formado por membros do próprio board — incluindo o presidente Nicandro Durante e o CEO da empresa, Pietro Labriola — e terá uma atuação ampla, definindo o plano estratégico, garantindo e incentivando projetos, além de acompanhar o cumprimento de metas em todos os pilares sob o guarda-chuva ESG.

“A pandemia impulsionou a importância do termo ESG, principalmente no mercado financeiro, mas a TIM já tem uma atuação focadas nessas premissas há muito tempo. Temos uma gerência com atuação transversal nesse tema há cerca de dois anos, por exemplo”, explica o vice-presidente de Assuntos Regulatórios e Institucionais da TIM, Mario Girasole.

“A criação do comitê é um marco muito significativo e o resultado do amadurecimento de uma área que soube se tornar estratégica e que terá sempre grande relevância na agenda corporativa”, completa Girasole.

A TIM confirmou recentemente sua permanência, pelo 13º ano seguido, no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) e integra também o S&P/B3 Brasil ESG e o Índice Carbono Eficiente (ICO2), todos da B3.

A criação do comitê e a presença de metas de longo prazo para aspectos ambientais, sociais e de governança corporativa no plano trienal da companhia, aliás, foram relevantes para o aumento de quatro pontos percentuais na avaliação da operadora no ISE.

Tim TIMP3
A TIM completa dez anos no Novo Mercado, maior nível de governança corporativa da bolsa de valores brasileira (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

Também se destacou o programa de diversidade e inclusão da empresa. A TIM conta com uma gerência específica para esse tema em recursos humanos e, em 2020, criou grupos de afinidade com cerca de 500 colaboradores para mapear e colaborar na implementação de ações nas temáticas de gênero, raça, pessoas com deficiência, LGBTI+ e gerações.

“Entendemos que uma gestão alinhada aos princípios ambientais, sociais e de governança é baseada em atitudes proativas, em perceber e alcançar oportunidades, e não somente em iniciativas que visam corrigir possíveis riscos no negócio. O comitê vai garantir essa atuação”, complementa Girasole.

Além da presença em índices ESG da B3 (B3SA3), em 2021, a TIM completa dez anos no Novo Mercado, maior nível de governança corporativa da bolsa de valores brasileira.

A operadora foi também a primeira do setor reconhecida pela Controladoria-Geral da União com o selo “Pró-ética” e busca alcançar a certificação ISO 37.001, sempre visando a promover um ambiente corporativo mais íntegro, ético e transparente.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 13/01/2021 - 7:57