Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Token do Band Protocol aumenta 250% após listagem na Coinbase Pro

10/08/2020 - 10:26
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Na última quinta-feira (6), Coinbase Pro anunciou ter aprovado o token do protocolo Band para negociação em sua plataforma. Band protocol é uma plataforma de oráculo de dados entre blockchains que agrega e conecta dados do mundo real e interfaces de programação de aplicações (APIs) a contratos autônomos (Imagem: Medium/Coinbase)

O Band Protocol (BAND) é uma plataforma criada para conectar aplicações descentralizadas (dapps) a dados do mundo real por meio do uso de oráculos de dados alimentados por contratos autônomos.

Oráculos de dados são fontes externas de informações fora do blockchain que alimentam dados a blockchains que, por sua vez, podem ser usados para provocar ações predefinidas em contratos autônomos.

O projeto arrecadou US$ 10,5 milhões em financiamento por meio de uma oferta inicial de corretora (IEO) no Binance Launchpad e vendas privadas.

O whitepaper do protocolo Band afirma que “a maioria das plataformas de contratos autônomos, embora forneçam suporte a execuções sem confiança de programas arbitrários, não têm acesso a dados do mundo real. Essa limitação impede o potencial máximo de tais contratos. BandChain foi criado para solucionar essa questão ao conectar blockchains públicos a essas informações do mundo real e fora do blockchain”.

O protocolo Band opera no BandChain, um blockchain público criado com o kit de desenvolvimento de software (SDK) da Cosmos. Utiliza o algoritmo de consenso de Tolerância a Falhas Bizantinas criado pela Tendermint para obter finalidade de transações.

staking bitcoin cofrinho poupança reter
“Staking” é a aquisição e retenção de criptoativos em uma carteira durante um período particular de tempo. Essa estratégia é parecida com o depósito fixo no mercado tradicional que, no fim do período estipulado pelo contrato, fornece recompensas a uma taxa de juros fixa (Imagem: Binance Academy)

O BandChain foi lançado no dia 10 de junho de 2020. Validadores da rede devem realizar o staking de tokens BAND e a rede designa validadores para fornecerem dados usando um algoritmo que os seleciona aleatoriamente com base em seu staking.

O sistema de oráculo do BandChain começa com fontes de dados, que são pedaços de códigos que descrevem o procedimento para obter pontos de dados brutos de um conjunto de fontes primárias.

Essas fontes primárias ou podem ser uma interface de programação de aplicações (API) tradicional ou qualquer outra fonte que apresente o resultado esperado. Quando um usuário pede por dados do oráculo do BandChain, não interagem ou usam as fontes de dados diretamente.

Em vez disso, optam por scripts de oráculos, que são programas executáveis que codificam o conjunto de pedidos de dados brutos às fontes necessárias e agrega os relatórios de dados brutos no resultado final.

Uma publicação sugere que o motivo pelo qual o protocolo Band usa scripts de oráculos que são dissociados dos fontes de dados é triplo.

Reduz a quantidade de dados necessários a serem armazenados no BandChain, permite que fontes de dados sejam reutilizados para outros scripts e permite que donos de fontes de dados de APIs permissionados ganhem taxas independentes de do script de oráculos ou dapp utilizados.

BAND, o token nativo do protocolo Band, atende inúmeros propósitos no ecossistema. Detentores podem acumular tokens para se tornarem validadores, delegares posses para outro validador ganhar uma porção de suas taxas coletadas e recompensas inflacionárias.

Tokens também são necessários na participação da governança da plataforma e validadores estabelecem uma taxa em BAND para o processamento de transações, que atuam como sua recompensa por realizar seu papel na rede.

O valor do token BAND disparou 267% na última semana e, atualmente, possui uma capitalização de mercado de US$ 305 milhões.

No dia 5 de agosto, BAND e a rede Elrond anunciaram que iriam estender uma parceria existente.

O acordo envolve inúmeras integrações, incluindo a criação de feeds de preço fora do blockchain para preços de cripto, taxas para câmbio internacional e preço de negociação de commodities nos aplicativos da Elrond e generalização de feeds de preço para torná-los acessíveis entre shards (“repartições”) da rede Elrond.

Benjamin Mincu, CEO da rede Elrond, afirma que a “disponibilidade de dados entre blockchains irá acelerar o setor DeFi e ampliar aplicações descentralizadas criadas na Elrond, enquanto dados fora do blockchain abrirão as portas para uma multitude de possíveis aplicações comerciais.

Estamos impressionados pelas capacidades da equipe do Band Protocol, bem como pela crescente segurança e escalabilidade de seus oráculos — tornando-o em uma solução óbvia de oráculo para desenvolvedores da Elrond que estão desenvolvendo com foco em escalabilidade”.

Na última quinta-feira (6), Coinbase Pro anunciou ter aprovado o token do protocolo Band para negociação em sua plataforma. Nesta segunda-feira (10), Coinbase Pro está aceitando transferências de entrada do BAND.

Coinbase Pro fornece a usuários a capacidade de negociar diversos criptoativos em uma plataforma segura (Imagem: Crypto Times)

A publicação que anunciou o lançamento explica que, quando um fornecimento suficiente de BAND atingir o aperfeiçoamento dos livros de oferta para BAND/USD, BAND/BTC, BAND/EUR e BAND/GBP, serão lançados em quatro etapas: apenas transferências, apenas publicações, apenas limites e negociação completa.

Em julho, o protocolo Band colaborou no projeto DeFi Neutrino (USDN) da plataforma Waves (WAVES). O protocolo Band fornecerá feeds de preço para ativos garantidos como WAVES/USD.

Neutrino é uma stablecoin algorítmica, parecida com dai (DAI) que permite que usuários usem tokens WAVES como garantia para emitir USDN, uma stablecoin lastreada em US$ 1.

Sugere-se que BAND foi selecionado para garantir que contratos autônomos da Neutrino não consultem dados que poderiam ser atrasados e suscetíveis a flutuações ou manipulação de preço.

Como parte da parceria, Neutrino usará o protocolo Band para consultar o preço de feed WAVES/USD de cinco fontes exclusivas — CoinGecko, Binance, OKEx, Huobi, Kraken e CryptoCompare — com verificação no BandChain.

Atualizações de preço são enviadas ao blockchain Waves a cada hora ou quando houver um desvio de preço de 0,5%.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 10/08/2020 - 10:26