Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Trabalho bom para cachorro: No Canadá, pets também voltam aos escritórios no pós-pandemia

Gabriela Mackert Occhipinti
16/05/2022 - 16:48
pets
Dave McMullen e a sua cadela Daisy na empresa Tungsten Collaborative em Ottawa (Imagem: Dave Chan/AFP)

Quando possível, um funcionário deve achar seus colegas de trabalho atenciosos, gentis ou educados, mas, provavelmente, não deve considerá-los fofos. No Canadá, isso é um pouco diferente.

Após a pandemia da Covid-19, os pets também voltaram aos escritórios.

Uma empresa de desenho em Ottawa, a Tungsten Collaborative, considera os pets fundamentais para o negócio.

“Muitas das maiores inovações impulsionadas por Dave (McMullin, vice-presidente) surgiram em longas caminhadas com a Daisy”, afirma a companhia, acrescentando que a cadela tem “nove anos de experiência apoiando os melhores desenhistas”, como divulgou a AFP.

Pets no escritório e o aumento da produtividade

“Encorajamos as pessoas que têm animais de estimação a trazê-los (para o trabalho)”, disse o presidente da Tungsten, Bill Dicke, 47, em entrevista à AFP.

“Você desenvolve essa relação estando em casa com seu animal de estimação no dia a dia e, de repente, você volta ao trabalho, então agora ele precisa ser encaixotado para o dia ou perambular sozinho pela casa, não é justo ciom eles”, completou.

Para os cães, a rotina de trabalho não é tão intensa. Eles dormem embaixo de mesas ou na sala de reuniões ao longo do dia, perseguem bolas pelo corredor ou mastigam brinquedos barulhentos. Há uma fileira de tigelas de água na cozinha do escritório, se eles ficarem com sede.

A empresa de Ottawa é listada pela Humane Society como amiga dos cães e, na verdade, ajudou a aumentar os negócios, disse Dicke, além de aumentar a produtividade da equipe.

Os trabalhadores são forçados a fazer pausas regulares para passear com os cães em vez de “almoçar em sua mesa”, por exemplo, e não se preocupam com o fato de seu animal de estimação ser deixado sozinho em casa, explicou o presidente.

A maioria quer um colega animal

De acordo com uma pesquisa recente da Leger para PetSafe, 51% dos canadenses apoiam trazer cães para o escritório.

Os trabalhadores mais jovens foram os que mais apoiaram, com 18% daqueles com idades entre 18 e 24 anos dizendo que mudariam de emprego se o empregador se recusasse a permitir que levassem seu animal de estimação para o trabalho.

Esse cenário acompanha o que aconteceu durante o home office.

Cerca de 200.000 canadenses adotaram um cão ou gato desde o início da pandemia em 2020, segundo a reportagem da AFP, elevando o total nacional para 3,25 milhões de pets, isso pode forçar os empregadores que agora pressionam os funcionários a retornar ao escritório para considerar essa opção.

O que pensam os funcionários

Johan Van Hulle, 29, ingressou na Tungsten em 2021. A política de cães da empresa, disse ele à AFP, “foi uma parte fundamental da decisão” de aceitar o trabalho, após trabalhar em casa com Eevee.

“Permitir cães é um bom indicador” da cultura de uma empresa, disse ele, e do tipo de local de trabalho “não muito corporativo” que o atrai.

pets no trabalho
Samson, um Yorkshire Terrier, passa parte do dia no colo do seu tutor Trevor Watts, gerente de controles de projeto (Imagem: Dave Chan/AFP)

Do outro lado da cidade, na joint venture de construção Chandos Bird, as pessoas que projetam um laboratório de pesquisa nuclear estão visivelmente apaixonadas por Samson, de 10 anos.

Seu dono, Trevor Watt, não queria deixar o Yorkshire Terrier sozinho depois de se mudar para uma nova casa e começar a trabalhar em um novo escritório em janeiro.

Era para ser um arranjo temporário até que Samson se acostumasse com o novo ambiente, mas ele se encantou com colegas e funcionários nos escritórios vizinhos, que se revezam para levá-lo. “Ele adora ir trabalhar”, disse o tutor. “Quando eu digo que vou trabalhar, ele está pronto para entrar no carro.”

Watt também gosta. “Eu não tenho que me preocupar com ele.” “Os cães em novos ambientes ficam muito ansiosos quando deixados sozinhos”, explicou. “Acho que muitos novos donos sabem disso agora que tiveram seus filhotes na época da Covid”.

Trabalho de cão

Cães no local de trabalho, no entanto, também podem criar desafios, disse Watt, como quando alguém tem medo de cães ou é alérgico

Uma das colegas de trabalho de Watt tem pavor de cães, por exemplo. Dessa forma, foi combinado que Samson seria amarrado nos dias em que ela fosse ao escritório.

Em outros escritórios, os funcionários entrevistados pela AFP lamentaram manchas no carpete, latidos perturbadores e pelos de animais ou baba nas roupas — não é uma boa aparência para impressionar os clientes.

*Com informações da AFP

Receba as principais notícias de Carreira!

Cadastre-se gratuitamente na newsletter de Carreira do Money Times e receba, todo domingo, uma seleção das melhores matérias da semana para você conquistar o sucesso profissional, melhorando suas competências, antecipando-se às tendências de mercado e monitorando as áreas mais promissoras. Clique aqui para se cadastrar.

Última atualização por Gabriela Mackert Occhipinti - 16/05/2022 - 16:55

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado de carreira?
Receba todo domingo as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto