Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Tradener exporta energia para Argentina, prevê movimentar US$ 20 milhões por semana

28/07/2020 - 16:46
Energia Eletrica
Avila afirmou que, no momento, apenas a Tradener realiza das exportações (Imagem: REUTERS/Carlos Barria)

A comercializadora de eletricidade brasileira Tradener iniciou nos últimos dias exportações de energia para a Argentina que visam ajudar a atender à demanda do país vizinho durante o inverno, em operações que devem movimentar cerca de 20 milhões de dólares por semana, disse à Reuters um executivo da empresa.

As negociações envolvem energia produzida por termelétricas operadas no Brasil pelas francesas Engie (EGIE3) e EDF e pela estatal paranaense Copel, que é revendida pela Tradener para a operadora do mercado elétrico argentino, a Cammesa, por meio de um contrato direto.

A transação, a primeira realizada dentro de uma regra aprovada em 2019 que permite intercâmbios comerciais, e não trocas, como no passado, ainda contou com garantias do Banco Itaú (ITUB4) e da Junto Seguradora (ex-JMalucelli Seguradora).

“As exportações representam em torno de 20 milhões de dólares por semana. Vamos ver até quando vai. Normalmente, enquanto durar o inverno. Depois, pode voltar no verão –quando está muito frio ou muito quente lá, eles importam”, explicou à Reuters o presidente da Tradener, Walfrido Avila.

“Conversamos com eles (Argentina) e até 20 de agosto, que é o inverno, isso pode se prolongar, continuar. Depois, acho difícil”, acrescentou ele, ao ser questionado sobre a duração das exportações.

Avila afirmou que, no momento, apenas a Tradener realiza das exportações.

A Tradener recebeu em julho autorização do Ministério de Minas e Energia para exportar energia à Argentina até o final de 2022, no volume de até 2.200 megawatts médios (MW médios), por meio de estações conversoras na fronteira com o país.

Energia Elétrica Setor Elétrico ONS
A Tradener recebeu em julho autorização do Ministério de Minas e Energia para exportar energia à Argentina até o final de 2022 (Imagem: Unspalsh/@myfotocanva)

“Eles estão pedindo de 1.200 MW médios a 1.500 MW médios, por enquanto, por semana”, disse Avila.

Ele disse que a Tradener também tem mantido conversas com outras termelétricas que devem participar das exportações, incluindo uma usina da Âmbar Energia, unidade da holding J&F Investimentos, controladora do grupo de alimentos JBS.

Só podem exportar energia usinas térmicas que não estejam acionadas para atendimento à carga no Brasil, segundo regras para as operações estabelecidas pelo governo, que visam garantir a segurança energética do país.

O executivo da Tradener disse que apenas termelétricas “competitivas” conseguem realizar as vendas, uma vez que é preciso oferecer aos argentinos preços que permitam ao país vizinho desligar termelétricas locais a óleo com custo maior.

O executivo da Tradener disse que apenas termelétricas “competitivas” conseguem realizar as vendas (Eletrobras Furnas/Flickr)

As operações também competem com exportações do Uruguai, que no momento está com sobras de energia, acrescentou Ávila.

Ele disse que a energia negociada pela Tradener com os argentinos é da termelétrica a carvão Jorge Lacerda, da Engie, e da usina a gás Norte Fluminense, da EDF, enquanto os próximos envios envolverão também energia da térmica a gás Araucária, da Copel.

Nova regra

As exportações para a Argentina neste ano acontecem já sob novas regras para as transações, aprovadas em 2019, que permitem intercâmbios comerciais entre os países, com remuneração por preços de mercado.

Energia Elétrica
As exportações para a Argentina neste ano acontecem já sob novas regras para as transações (Imagem: Unsplash/@thkelley)

Antes, Brasil e Argentina realizavam “trocas” de energia, com envios de um país para o outro que eram devolvidos posteriormente.

O Ministério de Minas e Energia disse nesta terça-feira que o Brasil tem exportado energia de termelétricas para a Argentina desde sábado.

Foram contabilizadas exportações de 688 MW médios no sábado, de 721 MW médios no domingo e de 842 MW médios na segunda-feira. Nesta terça-feira, deve ser exportado um total de 1.227 MW médios, por meio de cinco usinas termelétricas, disse o ministério, sem detalhar.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Bruno Andrade - 28/07/2020 - 16:46